Publicado 19/09/2014 17:45:46

Filmes da semana 19/09 até 25/09

Estreia em todo Brasil Maze Runner: Correr ou Morrer, adaptação da saga escrita por James Dashner e já pode ser visto em Nova Friburgo. Mais um filme para adolescentes, na mesma linha de sagas anteriores e com enredo semelhante. O herói surge meio que sem saber quem é e com uma visão diferente, inquietante. Entre conflitos, atos de grande coragem e grandeza moral, transforma a realidade. O bom é que gostamos dessas histórias, seja na religião, nos livros ou no cinema. A diferença deste filme em relação às outras sagas é a ausência de romance. Na verdade, na primeira hora, só vemos meninos na tela. O filme é uma ficção científica com muita ação e tem no mistério, seu principal atrativo. Apesar de muitas cenas confusas de ação, o roteiro e a direção acertaram na narrativa, conseguindo explicar os problemas e conduzindo a ação de forma eficiente, segurando a atenção do público até o final. É um programa ótimo para os adolescentes e para quem gosta de ação com ficção científica. 

Outra estreia  é Livrai-nos do Mal, um filme de terror sobre exorcismo com jeitão moderno. Eric Bana é um policial que investiga casos estranhos e violentos nos típicos subúrbios das cidades dos Estados Unidos. São personagens moralmente questionáveis combatendo um demônio indeciso. Destaque para Edgar Ramirez que faz o papel do Padre. O maior acerto fica por conta da edição e fotografia, responsáveis pela estética sombria e o clima perturbador do filme. Não é um exemplo do bom terror, mas tem seus momentos e, a fragilidade das personagens, o padre sedutor e o tom de filme policial que conduz a trama, fazem valer o ingresso, principalmente para quem gosta do gênero.

Representante do cinema nacional, Isolados entra em cartaz nos cinemas do Cadima Shopping. É raro filmes de terror serem produzidos no Brasil e igualmente complicado conseguirem tela. Praticamente todos os filmes nacionais que entram no circuito estão nos gêneros drama ou comédia. Por isso, a aposta no terror, que possui bom público no Brasil é acertada. O filme, porém, tem muitos problemas e, apesar do esforço do diretor e dos dois atores protagonistas, todo o resto é muito ruim, desencontrado e até sem sentido. Destaque para a trilha sonora que, além de fraca, é irritante e tenta criar climas sem pé nem cabeça. Provavelmente o melhor, fica por conta das poucas aparições de José Wilker. Gostaria muito de estar elogiando, sei como é complicado fazer um filme, mas infelizmente é ruim e só vale o ingresso para os amantes do terror e com muito pouca coisa para fazer.

 

 

Como dizem, o melhor sempre fica para o final, a estreia do filme Mesmo se Nada Der Certo é a melhor opção do bom cinema em cartaz nos cinemas do Shopping da praça. Trata-se de uma comédia romântica com pitadas dramáticas e muita música boa. São ótimos atores, um roteiro muito bom e a direção criativa de John Carney que realça com sensibilidade as diferenças, angustias e utopias das personagens. Para quem conhece Adam Levine, vocalista do Maroon 5, vai ter uma grata surpresa ao vê-lo fazendo uma caricatura de si mesmo para criticar a indústria da música. Esse filme vale muito o ingresso! Nada de heróis, lições de moral e final edificante. As modificações são pequenas, internas, como nós. Atores que gostamos na representação da vida como ela é, bela nos pequenos detalhes e fantástica nos momentos que compartilhamos.

Sugestão:

Para assistir em casa, a sugestão da semana é Uma Vida Iluminada. Uma comédia dramática com paisagens maravilhosas, personagens fortes e interessantes e grande destaque para os objetos e suas significações. Dirigido por Liev Schreiber, mais conhecido na função como ator, este filme retrata o tempo de cada um. Histórias e lições impressas em todos nós. 

Comentários

Nenhum comentário nesta notícia. Seja o primeiro comentando abaixo!

Comente sobre esta notícia