Publicado 13/03/2015 15:58:40

Filmes da semana 13/03 até 19/03

Dois filmes entraram em cartaz esta semana em Nova Friburgo. Will Smith e Rodrigo Santo Santoro estrelam Golpe Duplo. Depois de sucessivos fracassos no cinema Will desta vez interpreta Nicky, um talentoso trapaceiro que, junto com comparsas, aplica golpes em diversas camadas sociais. Se o filme não é ótimo, ainda assim tem acertos e está bem acima dos anteriores estrelados por Will Smith. A direção de Glenn Ficarra e John Requa é cuidadosa e com bons planos, os cenários e locações são ricos em detalhes e as músicas até empolgam. O problema é todo o resto a começar pelo roteiro que, se por um lado tem o mérito de se arriscar em transitar por vários gêneros como drama, ação, romance e comédia, por ser disperso, não consegue prender a atenção do público. A seguencia dos golpes aplicados sobe o olhar da mulher perdida não engana e carece de qualidade narrativa. O enredo é previsível e pouco verossímil. Rodrigo Santoro faz um papel pequeno e pouco foi exigido, já Margot Robbie, não decepciona conseguindo até bons momentos como dupla romântica com Will Smith. Resumindo, é um filme sobre golpistas que tem boas imagens mas é sonolento e previsível em cada cena. Vale o ingresso para ver despreocupadamente e sem esperar muito. A indicação etária é para 14 anos mas pode ser visto tranquilamente por qualquer idade.

A outra estreia desta semana é O Sétimo Filho. Originado de lendas em várias culturas sobre o sétimo filho de um sétimo filho, o filme é mais um no gênero fantasia que igualmente a títulos recentes mistura de tudo e nada cria. A história é sobre um menino, o escolhido, que e vai ser guiado e treinado para enfrentar as forças do mal. Sei o que você está pensando e é isso mesmo. Já vimos esse mesmo enredo que parece ser eterno e sempre volta com nova roupagem. São poucos os elogios a serem feitos, somente mesmo para os efeitos visuais e a fotografia. O roteiro é quase banal, a direção é pouco inspirada e as atuações caricatas. Os diálogos são sofríveis e todo tipo de clichê pode ser visto com exuberância. É um filme que deixaria Walter Benjamin de, O Herói de Mil Faces, um tanto quanto consternado. Nesse momento você pode estar pensando na qualidade do elenco, afinal estamos falando de Jeff Bridges e a vencedora do Oscar Julianne Moore. Sinto-lhe dizer que até agora não entendi o porque de ambos os atores estarem nesse filme. É como colocar Rafael Nadal para jogar uma partida de tênis no Country Clube e achar que ele vai arrebentar. Isso não vai acontecer. Vale o ingresso só mesmo para ver os efeitos em 3D e curtir a pipoca. Indicação etária é para 12 anos.

 

SUGESTÃO: Quem vai preferir ver um filme em casa, a dica é Juno. Jason Reitman dirige um filme que, mais do que falar de adolescentes e suas aflições, vai além dos clichês misturando drama e comédia numa história inteligente e encantadora. Destaque para a excelente atuação da Ellen Page.

Comentários

Nenhum comentário nesta notícia. Seja o primeiro comentando abaixo!

Comente sobre esta notícia