x
Publicado 09/03/2018 19:52:56

Filmes da semana 09/03 até 15/03

Estreia esta semana em Nova Friburgo O Passageiro. Esse é um bom filme de ação que fez bem feito tudo a que se propôs. Quarto filme com Liam Neeson, o diretor Jaume Collet-Serra aprendeu a destacar e usar as melhores qualidades do ator. Apesar da premissa simples, meio inusitada, todo o jogo de descobertas que vai se desenvolvendo é muito bem amarrado e prende a atenção do público até o final. Liam Neeson conduz o filme praticamente sozinho e vai ter, mais uma vez, que usar força bruta e muita coragem para salvar sua família e todos em um trem, após entrar quase sem querer em um jogo de gato e rato. Vera Farmiga, Patrick Wilson, Jonathan Banks e Sam Neill fazem significativas pontas, enquanto Liam apanha, bate, cai do trem, volta, é arremessado por vidraças e tudo mais, sem deixar o topete desarrumar. O roteiro começa com clichês criando situações apenas para gerar ação dramática, como a demissão, o bilhete do trem, e muitas outras, mas surpreende ao amarrar bem as pontas e apresentar um final coerente. Nada foi gratuito. No mais, é tudo igual. Liam Neeson sempre faz o mesmo personagem e já convenceu todo mundo e provavelmente até a ele próprio, de ser um herói da vida real. Forte, incansável, leal, ético e bom de briga. Para quem gosta de ação, esse é um bom prato para ser degustado. Vale sim o ingresso e a indicação etária é para maiores de 14 anos.

A outra estreia desta semana é Os Farofeiros. Confesso que ao assistir o trailer e toda a campanha de divulgação, incluí o novo filme do diretor Roberto Santucci, no saco de comédias bobas, apelativas e voltadas para o ridículo humano. Mesmo que o roteiro demore a engatar, a segunda metade faz valer a pena o ingresso e posso dizer tranquilamente, que este é uma dos melhores exemplares da comedia escrachada dos últimos anos. O enredo é sobre um grupo de amigos que decide passar o período do reveillon em uma casa na praia que apareceu na ultima hora. Para surpresa do eclético grupo, a casa está em péssimas condições e todos os pesadelos que uma casa na praia pode oferecer, vão se concretizar. Apesar de algumas pontas soltas no roteiro, o bom desenvolvimento do arco dramático e as boas piadas seguram bem a atenção do público. Algumas linguagens ou formas são bem utilizadas, como o contraponto do narrador, a metalinguagem e a quebra da quarta parede. As referências também constroem bons momentos. Você vai lembrar de filmes como O Chamado, Cinema Paradiso e até Poltergeist. O grande trunfo mesmo está na química do elenco que torna verossímil até mesmo situações nada convencionais. Maurício Manfrini, Cacau Protásio, Danielle Winits, Aline Riscado e Antônio Fragoso interpretam tipos variados e que conseguem gerar bons momentos e muitas gargalhadas. Boa comédia nacional, ainda com alguns momentos que parece televisão, mas muito divertida e capaz de criar muita identificação, afinal, quem nunca passou maus bocados em uma casa de praia? Vale sim o ingresso e a indicação etária é para maiores de 12 anos.

Sugestão:
A dica para assistir em casa esta semana vai para a segunda temporada de Jessica Jones que está disponível na Netflix desde o dia 8 de março. Imperdível para quem viu a primeira temporada, a série parece perdida no início, mas encontra um bom caminho mesmo sem um vilão bem definido.

Comentários

Nenhum comentário nesta notícia. Seja o primeiro comentando abaixo!

Comente sobre esta notícia