x
Publicado 15/04/2018 20:11:12

CROMOTERAPIA - VERDE ÁGUA

A tonalidade a água tranquiliza e aquieta os pensamentos.

Cor de elevação espiritual, verde é associado ao signo de Peixes, cujo regente, o Deus Netuno, é o senhor dos oceanos e das emoções profundas.

O mundo tem setenta por cento de sua superfície coberta pelos oceanos.

Em nosso Planeta Água, a cor verde emerge nos mares plácidos e lisos como tapetes, nas nascentes, fontes e cachoeiras, nas lagoas cercadas de coqueiros, nos oásis que brotam em meio á aridez do deserto.

Da Terra, aparece na limpidez da água marinha, pedra que cintila entre o azul e o verde.

Os astronautas afirmam que, visto do espaço nosso planeta é azul, por causa da atmosfera. Mas, com um pouco de licença poética, pode-se afirmar: A Terra é verde-água.

Resultado da mistura do amarelo vibrante e do azul tranquilo, os verdes induzem a um estado de equilíbrio que permite que a criatividade aflore. Artistas plásticos, publicitários e todo tipo de gente que trabalha com criação devem se cercar de verde -água.

No espectro das cores, o verde está localizado exatamente a meio caminho entre os tons quentes e os frios.

Num dos extremos estão os vibrantes vermelho e laranja, que promovem alegria, mas em excesso causam irritação, agitação e elevam a pressão sanguínea.

No lado oposto, os frios azul e roxo, considerados tranquilizantes, podem provocar sono, frieza e apatia.

Por essa posição central, o verde exerce influência equilibrante sobre o corpo e a mente.

Em todas as práticas que utilizam cores com finalidades terapêuticas, é considerado curativo e calmante.

Sereno, o tom da água acalma, revigora. Quem se sente irritado ou estressado, pode usá-la em paredes e roupas.

Ao lado do azul celeste e do lilás, o verde água está ligado á elevação espiritual.

 

 

 

Comentários

Nenhum comentário nesta notícia. Seja o primeiro comentando abaixo!

Comente sobre esta notícia