x
Publicado 14/03/2019 12:03:19

As grandes estão grandes demais?

A senadora, Elizabeth Warren dos EUA

No final da semana passada, uma senadora do partido Democrata dos EUA publicou em seu blog um artigo bastante polêmico. Nele, ela propõe que se faça "grandes mudanças estruturais" no setor de tecnologia.

A intenção dessas mudanças é diminuir o poder das gigantes, como Facebook, Google e Amazon, pois se tornaram grandes demais, e dificultam o surgimento de concorrentes. Qualquer novidade no mercado é imediatamente sufocada ou comprada por elas, o que também está diminuindo o interesse de investidores anjo aportarem capital em startups.

A senadora cita alguns exemplos para comprovar o que diz, como a compra do Instagram e Whatsapp pelo Facebook, a forma como a Amazon força concorrentes menores a trabalharem com margens de lucro cada vez menores, além de copiar produtos vendidos na sua plataforma, criando sua própria marca. Cita ainda a compra do Waze pelo Google.

Este cenário está causando uma queda drástica no número de empresas jovens na área de tecnologia, prejudicando a inovação.

A senadora, Elizabeth Warren, que pretende disputar a presidência dos Estados Unidos, também demonstrou preocupação com a enorme influência dessas empresas no dia a dia das pessoas. Ela acha que poucas corporações dominam muita informação sobre nós, podendo usar esse poder para minar a democracia.

Ela apresenta duas propostas, que resumidamente são:

1- Proibir que uma empresa que tenha uma grande plataforma, que utilize a própria para seus próprios outros produtos. Um exemplo prático desta proposta seria proibir que a Amazon venda na sua própria plataforma algum produto de sua própria marca.

2- Reverter algumas aquisições feitas, além de proibir novas aquisições, que geraram ou venham a gerar monopólios. Aí entraria a separação do Instagram e Whatsapp do Facebook, o Waze do Google, entre outras.

A guerra contra o monopólio da Microsoft na década de 90, que usava a enorme base instalada do Windows para alavancar o uso do navegador Internet Explorer, foi citada para embasar suas propostas. Ela considera que as sanções impostas contra esse monopólio ajudaram a criar um ambiente que permitiu o surgimento de diversas novas empresas, incluindo, por ironia, estas próprias que hoje se tornaram um problema devido ao tamanho.

Se essas propostas serão implementadas, não temos como afirmar agora. Será uma guerra bastante dura, porém a senadora não está sozinha. Vários outros políticos compartilham da mesma opinião, de que algo precisa ser feito. Nunca, na história da humanidade, poucas empresas tiveram um alcance tão amplo e profundo sobre a humanidade quanto como ocorre hoje. É muito poder concentrado na mão de poucos.

Para quem quiser ler o artigo original, o link é:

https://medium.com/@teamwarren/heres-how-we-can-break-up-big-tech-9ad9e0da324c

Comentários

Nenhum comentário nesta notícia. Seja o primeiro comentando abaixo!

Comente sobre esta notícia