x
Publicado 01/03/2015 18:29:46

Conta da Energisa sobe 26,9% e novo reajuste está previsto para junho; bandeira também sobe

A conta de luz dos 96 mil imóveis friburguenses atendidos pela Energisa fica 26,9%, em média, mais cara a partir de segunda-feira, 2. O aumento foi aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), órgão federal que controla as alterações tarifárias da distribuição de eletricidade. Na indústria e comércio, a fatura poderá ter impacto ainda maior  - ultrapassando 30%.

A alta, no entanto, não impedirá a revisão anual das contas da Energisa, realizada tradicionalmente em junho, que pode reajustar a tarifa novamente. Em 2014, por exemplo, o reajuste médio foi de 14%. Os percentuais aplicados agora e depois também deverão ser repassados para a Taxa de Iluminação Pública.

O aumento no custo da energia tem impactos não só nas contas de luz. É o chamado efeito indireto nos preços. Os reajustes afetam também lojas, fábricas e todos os outros tipos de negócio. E a solução deles aparentemente vai ser uma: repassar o custo no preço dos produtos.

BANDEIRAS TARIFÁRIAS - A Aneel também aprovou nesta sexta-feira, 27, o sistema de bandeiras tarifárias que, a partir de março, elevará o custo de energia de R$ 3,00 para R$ 5,50 cada 100 quilowatt-hora (kWh). Isso ocorre porque a região Sudeste está sob a bandeira de custo mais alto, a vermelha. Os valores também entram em vigor a partir do dia 2 de março.