x
Publicado 12/03/2018 10:28:08

No bicentenário, Nova Friburgo ganha novamente uma homenagem literária

Com a proximidade das comemorações pelos 200 anos de Nova Friburgo, uma série de homenagens surgem em seu escopo. Em 2017 foi lançada a antologia “Nova Friburgo – Contos, Crônicas, e Declarações de Amor”, um livro com diversos textos cujas histórias se passam na cidade e, este ano, não poderia ser diferente. Organizado pelo escritor George dos Santos Pacheco, o Volume II da antologia já tem os autores definidos e está em fase final de edição.

“O projeto teve início quando o escritor Solano DellaMuerte sugeriu um livro com histórias que se passassem na cidade, e então tomei a iniciativa de organizar a coletânea, reunindo o maior número de autores possível para a homenagem. O resultado é surpreendente: nas duas edições o que se vê é gente apaixonada por Nova Friburgo, com textos emocionantes e tudo isso me orgulha muito. Trata-se de uma excelente oportunidade de valorizar a cidade e render uma homenagem, mais que merecida. Participar desse projeto com esse grupo de amigos é uma experiência fantástica e inesquecível!”, conta George.

Nesta edição, o prefácio é assinado por Marcos Marins, atual Secretário Municipal de Cultura. O livro será publicado pelo Clube de Autores e tem previsão de lançamento para maio de 2018.

Conheça os autores

Anna Braga Asth

Anna Braga Asth, friburguense, membro da Academia Friburguense de Letras. Professora de música graduada pela Universidade Cândido Mendes, possui um importante trabalho sobre “O Jogo na Educação Musical” e um trabalho de pesquisa em História das Artes, sobre o entrelaçamento das artes Música-Teatro-Dança. Apaixonada por literatura, já lançou cinco romances e um livro de contos, e tem mais três romances devidamente registrados aguardando edição. Seu romance “Era tudo que eu tinha…” foi adotado esse ano para aplicação em algumas turmas do Colégio Anchieta (Nova Friburgo-RJ). Tem artigos publicados em pequenos jornais e na revista “Repensar”, do Instituto de Filosofia e Teologia Paulo VI.

Carlos Henrique Abbud

Nasceu em Nova Friburgo, RJ, em 1978. Graduado em Música, pós-graduado em Artes Visuais e membro da Academia Friburguense de Letras. Professor da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro, designer, artista plástico e músico. Atuou como professor no Curso de Licenciatura em Música da Universidade Candido Mendes, entre 2008 e 2010. Publicou o conto “A Mulher de Vidro” na antologia “Tratado Secreto de Magia – Volume II”, pela Editora Andross em 2011, o romance “Alice Black – Princesinha do Inferno”, lançado pela Editora Autografia na Bienal do Rio 2015, o conto “O Livro do Amor” na coletânea “Oito Faces da Diversidade”, lançada em 2016, o conto “O Sinal” na coletânea “Nova Friburgo – Contos, Crônicas e Declarações de Amor”, lançada no Festival de Inverno SESC Rio em 2017 e o romance “A Vida é uma Tarde de Chuva”, lançado pela Editora PenDragon na Bienal do Rio 2017. Produtor da I Feira Cultural de Nova Friburgo e da Feira Literária da III Mostra UFF&Arte, ambas realizadas em 2016.

David Massena

David Massena (Cataguases – MG), é jornalista, escritor, roteirista, dramaturgo, e membro da Academia Friburguense de Letras, participou da coletânea “Crônicas para a Cidade Amada” (Biblioteca Nacional – 2011), organizada pelo Professor Arnaldo Niskier; é autor dos livros: Nova Friburgo: “Da Geração Bendita à Capital da Moda íntima” (Marka Editora – 2009); “Até Quarta-Feira” (Ed. Viena – 2012); e os infantojuvenis “Amiga Amélia” (Drago Editorial – 2015 – 2ª. Edição), “Zeca Ventania” (Ed.Viena – 2016) e ZUZU – em edição pela Editora Imediares, para lançamento em 2018. Participou da Bienal Internacional do Livro em 2015 e 2017, no Rio de Janeiro. Flamenguista, mangueirense e friburguense por opção.

Déborah Simões

Déborah Simões é natural de Fortaleza – CE, graduada em Letras pela Universidade Federal Fluminense, além de Mestranda em Estudos Literários pela mesma Instituição. Atua como professora de Português, Redação e Literatura na rede particular de ensino. É tutora do curso de Letras do CEDERJ, no polo de Nova Friburgo. Foi pesquisadora da FAPERJ, durante dois anos, na área de Teoria Literária. Escritora, tem contos e crônicas publicados em coletâneas, revistas e jornais. É uma dos idealizadores do evento “Chopp com Letras”. Em 2014, foi premiada em 1º lugar, na categoria poesia, e em 2º lugar, na categoria crônica, no 2º Concurso Literário da Câmara Municipal de Nova Friburgo.

Flávia Gonçalves

Nasceu em Duas Barras, RJ, em 1979. Graduada em Música, pós-graduada em Artes Visuais e membro da Academia Friburguense de Letras. Professora da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro. É flautista desde a adolescência e idealizadora/regente do projeto “Iniciação Musical”, que esteve em atividade em escolas estaduais e diversas instituições de ensino musical entre 2007 e 2013. Publicou o romance “Alice Black – Princesinha do Inferno”, lançado pela Editora Autografia na Bienal do Rio 2015, o conto “O Livro do Amor” na coletânea “Oito Faces da Diversidade”, lançada em 2016, o conto “Entre Histórias” na coletânea “Nova Friburgo – Contos, Crônicas e Declarações de Amor”, lançada no Festival de Inverno SESC Rio em 2017 e o romance “A Vida é uma Tarde de Chuva”, lançado pela Editora PenDragon na Bienal do Rio 2017. Produtora da I Feira Cultural de Nova Friburgo e da Feira Literária da III Mostra UFF&Arte, ambas realizadas em 2016.

George dos Santos Pacheco

Romancista, contista e cronista. Graduado em Pedagogia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e membro da Academia Friburguense de Letras, Pacheco é professor e autor dos romances “O fantasma do Mare Dei” (2010) e “Uma Aventura Perigosa” (2015), e dos livros de contos “Sete – Contos Capitais” (2015), “Tarde demais para Suzanne” (2016), e “Domingo eu vou pra praia” (2017) – obra adotada em 2018 por uma escola em Nova Friburgo como livro literário do 9º do Ensino Fundamental – além do infantil “As aventuras de Frog, o ratinho”(2016). Em 2014 teve o conto “A Dama da Noite” adaptado em um curta-metragem. Publicou em 2017 “O Pacto”, um romance que dialoga com a sociedade contemporânea atual e que se revela uma bela e oportuna reflexão sobre as relações sociais em tempos de crise de valores. Organizou, ainda nesse ano, a antologia de contos e crônicas “Nova Friburgo – Contos, Crônicas e Declarações de Amor” (2017) e atualmente é colunista do portal de notícias Nova Friburgo em Foco.

Isabelle Sarruf

Isabelle Caetano Sarruf nasceu em julho de 1988 na cidade da região serrana — Nova Friburgo, possui dois livros publicados: “Juízo” e “Desejo Oculto”. A professora e escritora integra o inédito – Anexo de Jovens Escritores – criado pela Academia Friburguense de Letras em 2016, a ação pioneira que revolucionou o seu estatuto. Exerce atualmente o cargo de Assessora e ocupa a cadeira 4 A do Patrono Luiz de Gonzaga Malheiros. Também compõe a diretoria da FALERJ – Federação das Academias de Letras do Estado do Rio de Janeiro executando a função de 2ª Secretária. Palestrante em Colégios públicos e particulares, com o intuito de instigar no jovem o desejo da leitura. Administra um canal no meio digital e utiliza a ferramenta do audiovisual para divulgar suas obras.

Janaína Botelho

Janaína Botelho é historiadora, escritora, jornalista, e professora universitária, autora do livro “O Cotidiano de Nova Friburgo no final do século 19 – Práticas e Representações Sociais (Rio de Janeiro: Educam. Ano: 2009)”. Professora das disciplinas de História Geral do Direito, História do Direito Brasileiro e História da Alimentação, tem Mestrado em História Social. É membro da Academia Friburguense de Letras, diretora de conteúdo da LUAU TV e produtora de três programas: “Por Dentro da História”, “História e Memória” e “A Velha Nova Friburgo”. É colunista do jornal A Voz da Serra, com a coluna “História e Memória”, onde divide com os leitores os resultados de sua intensa pesquisa sobre os costumes e comportamentos da cidade e região desde o século XVIII.

Leyla Lopes

Leyla Alves Lopes da Silva Melo, natural de Nova Friburgo-RJ, é professora e membro da Academia Friburguense de Letras. Cursou a Faculdade de Direito da Universidade Católica de Petrópolis-RJ, onde foi Secretária do Diretório Acadêmico Rui Barbosa (primeira mulher a ocupar um cargo na referida agremiação) e colaboradora do seu informativo, o jornal “Áquila”. Foi professora de Ciência Política no Curso de Ciências Sociais na Faculdade de Filosofia Nossa Senhora Medianeira (departamento feminino) e na Faculdade de Filosofia Santa Doroteia, onde lecionou por duas décadas. Publicou artigos no extinto jornal “Panorama” e recebeu, em 2002, da Câmara Municipal de Nova Friburgo, o diploma de “Destaque Comunitário” pelo seu trabalho, em oito capítulos, “Retorno A Nova Friburgo Dos Anos 40” publicado no “Panorama”. Atualmente, mantém a coluna “Memória Em Foco”, no jornal on-line Nova Friburgo Em Foco.

Lohan Lage Pignone

Lohan Lage Pignone, 28, é nascido no Rio de Janeiro (RJ) e atualmente reside em Nova Friburgo (RJ). Graduado em Letras (Port./Lit.) pela Universidade Estácio de Sá e pós-graduado em Roteiro para Cinema e TV, pela UVA. Publicou, em 2011, o livro "Poesia é Isso" (Ed. Multifoco). Organizou, por quatro anos consecutivos, o Concurso Literário Autores S/A (poesia e minicontos), os quais já resultaram nas seguintes antologias (também organizadas pelo autor): "Poesia.com" (Ed. Multifoco, 2012), “Poesia.com vol. 2” (Ed. Multifoco, 2013) e “Contos Mínimos S/A” (Ed. Penalux, 2014). Escreve para a Revista Samizdat e para o blog Autores S/A. Recentemente, se classificou em quinto lugar no Desafio dos Escritores – DF, organizado por Roberto Klotz e recebeu uma Menção Honrosa no 4º Concurso Nacional Julio Salusse, organizado pela Academia Friburguense de Letras.

Paula Farsoun

Paula de Moraes Farsoun Escobar, conhecida simplesmente como Paula Farsoun, é uma jovem friburguense, casada, apaixonada pela família, pela fazenda, pelo mundo dos livros, por flores e café. Cursou Direito na Universidade Federal Fluminense e posteriormente se especializou, investiu em seus estudos e construiu carreira nas cidades de Niterói e Rio de Janeiro. É Professora Universitária, Advogada e Escritora, encontrando no campo do Direito e da Literatura, sua vocação, seu ofício e sua arte, que felizmente são exercidos atualmente na cidade de Nova Friburgo, onde inclusive assina a coluna semanal “Com a Palavra…” do Jornal a Voz da Serra.

Robério José Canto

Robério José Canto é licenciado em Letras, tendo se dedicado ao ensino de português e literatura em escolas da rede particular e pública, lecionando em Nova Friburgo, sua cidade natal, e no Rio de Janeiro. Publicou os livros “Um lugar muito lá”, “Ventos nas casuarinas”, “Menina com flor”, “O infinitivo e outros males”, “Onde dormem as nuvens” e “Toda criança merece ter um bicho”. Publicou, em 2017, a crônica “Fim de Caso” na coletânea “Nova Friburgo – Contos, Crônicas e Declarações de Amor”, lançada no Festival de Inverno SESC Rio em 2017 e o livro de contos e crônicas “Um Gato em Minha Janela”. Membro da Academia Friburguense de Letras, foi presidente no período de 2015/2016.

Solano Dellamuerte

Solano Rodrigo Martins Ferreira França ou Solano Dellamuerte (como gosta de ser chamado) nasceu na cidade do Rio de Janeiro, onde viveu parte de sua infância antes de se mudar, em definitivo, para Nova Friburgo em 1988. Formado em História pela Universidade Norte do Paraná (UNOPAR). Ingressa, atualmente, no mundo literário como autor de resenhas sórdidas, crônicas malditas, fábulas fantásticas e contos mal-acabados. Participou em 2017 da antologia “Nova Friburgo – Contos, Crônicas, e Declarações de Amor Vol. I”, com o conto O Temporal.

Tereza Cristina Malcher Campitelli

Formada em Pedagogia pela Universidade Santa Úrsula, e Mestre em Educação pela PUC-RJ, Tereza Cristina Malcher Campitelli iniciou sua formação literária na Estação das Letras em 2004. Publicou os livros infantis “O Livro Maluco e a caneta sem tinta”, em coautoria com Márcio Paschoal, Ed. ZIT, 2006, indicado ao Prêmio Jabuti – 2007; “Um cão cheio de ideias”, Ed. Paulinas, 2007; “Aventureiros da Serra”, RHJ Livros, 2012. O conto juvenil “Quase...”, Larousse Jovem, 2012, na coletânea “Alguns Segredos e outras histórias”, inscrito no PNBE, 2011. Foi laureada em 1º lugar do prêmio OFF FLIP de Literatura, 2014, na categoria infanto-juvenil com o livro "Ajelasmicrim", na Festa Literária Internacional de Paraty. Membro da Academia Friburguense de Letras, foi eleita presidente da instituição para o biênio 2017/2018.

Thales Amaral

Thales Amaral é estudante da Faculdade de Direito da Universidade Federal Fluminense, em Niterói. Autor dos romances “Linhas Tortas – Identidade” e “Universo Vermelho” publicados de forma independente em 2013 e 2015, respectivamente. Poeta premiado pela Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro, em 2014, com a poesia “Últimas palavras”. Em 2016 publicou pela Editora Bezz o romance adolescente “Falsiane.com” na Bienal Internacional do Livro em São Paulo, e está nos arremates finais da continuação “Crush.com”. Ainda em 2016 criou a ‘Feira Cultural de Nova Friburgo: Cultura e Arte por toda a parte’. Em 2017, tornou-se membro do Anexo Jovem da Academia Friburguense de Letras. Contista participante do primeiro volume de “Nova Friburgo – Contos, Crônicas, e Declarações de Amor” em que se aventura a escrever o conto “Ela & Ele”.

Thiago Kuerques

Escritor iguaçuano, nascido em 1985, adotou Nova Friburgo há três anos. É contista, cronista, poeta e bacharel em Turismo pela UFRRJ. Publicou os livros O Cara Que Não Publicava Livros (Clube de Autores, 2012), Ensaio dos Poemas Pelados (Clube de Autores, 2013) e Território (Chiado Editora, 2017), este último com lançamento nas livrarias Nobel e Saraiva. Foi premiado com o Prêmio Baixada do Fórum Cultural da Baixada Fluminense na categoria literatura em 2017 e nesse mesmo ano, lançou o Território na Bienal do Livro do Rio. Possui no currículo a realização do circuito de palestras nas Bibliotecas Comunitárias de Nova Iguaçu através da rede Baixada Literária. Realizou palestra de incentivo à Literatura para o público jovem no SESC Nova Friburgo, e também a Prosa de Oficina na Biblioteca Cial Brito, em Nova Iguaçu, em parceria com o escritor Jonatan Magella. Possui no Youtube o Canal do Kuerques, para falar sobre literatura, escreve semanalmente crônicas para site próprio (www.thiagokuerques.com.br) e ministra palestras sobre literatura, valorização das raízes e de territórios em centros culturais, escolas e universidades.