Publicado 27/09/2018 07:45:22

Morre em Friburgo Luhli Borges, cantora e autora de grandes sucessos da MPB

Luhli Borges morava em Lumiar (foto: reprodução Ama Friburgo)

Faleceu nesta quarta-feira, 26, em Nova Friburgo, a cantora e compositora Lulhi Borges. Ela estava internada no Hospital Raul Sertã e enfrentava um quadro crônico de asma, agravado por uma insuficiência respiratória. Artista de renome nacional, Lulhi estava radicada em Lumiar, onde dizia "estar perto das cachoeiras e das pessoas que buscam o que eu busco", dizia.

Luhli, voz independente que formou dupla com a saudosa Lucina de 1970 até 1996, morreu aos 73 anos, deixando uma grande obra cultural. Amigos, familiares e fãs usaram as redes sociais para lamentar profundamente o falecimento dela.

A Ama Lumiar, em sua página oficial no Facebook, prestou homenagem à artista da MPB. "Nossos sentimentos à família e gratidão pelo grande trabalho que ela desenvolveu em Lumiar despertando e incentivando talentos de várias gerações. Lulhi, letrista e compositora, cantora, violonista e percussionista, teve inúmeras músicas gravadas por Nana Caymmi, Joyce, Wanderléa, Tetê Espíndola, Rolando Boldrim, Zélia Duncan e principalmente Ney Matogrosso, que gravou “O Vira”,“Fala”,“Pedra de Rio”,“Aqui e agora,”“De Marte”,“Êta nóis!”, ”Me rói”, “Coração Aprisionado, “Chance de Aladim”, “Bugre”, “Napoleão e “Bandolero”, entre outras. Em sua jornada incrível de muito talento, ousadia e criação, Luhli gravou vários discos em parceria com Lucina, e diversos sucessos nas vozes desses artistas de renome, que as colocam num lugar de alto prestígio no cenário musical brasileiro. Nos últimos anos desenvolveu e coordenou o Grupo Timbres e Temperos e diversas iniciativas musicais em Lumiar. Nosso aplauso eterno. Que descanse na paz divina".


ASSISTA LUHLI YOUTUBE
https://www.youtube.com/watch?v=uoBc5WyCs1g&feature=youtu.be