x
Publicado 23/07/2016 10:08:06

Grupo Águas do Brasil participa de Congresso Brasileiro de Consórcios em Friburgo

Diretores do Grupo Águas do Brasil e autoridades

Representantes do Grupo Águas do Brasil participaram do III Congresso Brasileiro de Consórcios Intermunicipais (CONACI), nos dias 13 e 14 de julho, no Nova Friburgo Country Clube. O diretor do Grupo, Carlos Henrique da Cruz Lima, o diretor corporativo operacional, Alexandre Bianchini, o diretor corporativo comercial, Carlos Eduardo Castro, o diretor de novos negócios, João Luiz Queiroz, o superintendente da Águas de Pará de Minas, Thiago Contage, e o gerente de negócios de Águas de Pará de Minas, Carlos Henrique Brandão Azevedo, representaram o Grupo no evento.

O congresso reuniu cerca de 600 participantes de várias regiões do Brasil interessados em obter informações sobre o movimento crescente de consórcios intermunicipais, como prefeitos, presidentes de consórcios, secretários executivos, procuradores, deputados, gestores públicos, vereadores, representantes do Ministério da Saúde, Caixa Econômica Federal, SEBRAE, BNDES, CEMIG, ABM (Associação Brasileira de Municípios), AEMERJ (Associação de Municípios do Rio de Janeiro), AMM (Associação Mineira de Municípios) e CONASENS (Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde).

Nos dois dias, oito painéis discutiram temas voltados para o tema como: “Perspectivas para o desenvolvimento de políticas públicas consorciadas”; “Avanços e conquistas na área de saúde obtidos por meio de gestão consorciada”; “Fiscalização e controle externo dos consórcios públicos”; e “Pacto federativo e suas implicações nas políticas públicas de gestão consorciada”. Paralelamente, foi realizada a I Expo CONACI, uma feira de produtos e serviços destinados aos consórcios, municípios e governos estaduais.

No stand do Grupo Águas do Brasil montado no evento, colaboradores ofereceram informações sobre a empresa, apresentaram vídeos sobre concessionárias do Grupo e distribuíram material institucional.

“A participação do Grupo Águas do Brasil no III Congresso Brasileiro de Consórcios Intermunicipais se reveste de dupla importância. Primeiro, porque o evento foi sediado em uma cidade em que o Grupo deu uma solução definitiva para a coleta e o tratamento de esgoto. Segundo, porque é uma oportunidade para o Grupo se apresentar às autoridades e deixar claro que atua em municípios de pequeno, médio e grande portes. Trabalhamos para atender municípios de 20 mil ou 2 milhões de habitantes. Portanto, o Grupo se sente honrado em se fazer presente porque, desde o início, a postura é de respeitar a municipalidade. O município é o poder concedente, mesmo em regiões metropolitanas, e respeitamos essa condição”, declarou o diretor do Grupo Águas do Brasil, Carlos Henrique da Cruz lima.

Para Alexandre Bianchini, que também responde pela superintendência da Águas de Nova Friburgo, os consórcios convergem para busca de soluções nas cidades de pequeno porte.

“Também é importante a parceria com o setor público para se chegar à equação econômica ideal e viabilizar a solução adequada em saneamento básico para cada cidade”, ressaltou Bianchini.

No primeiro dia do evento, Carlos Henrique da Cruz Lima encerrou os debates com a apresentação do Grupo Águas do Brasil e convidou o Prefeito de Pará de Minas, Antônio Júlio de Faria, para dar o seu testemunho sobre a presença do Grupo na cidade.

“O Grupo Águas do Brasil foi a solução para o abastecimento pleno de água em Pará de Minas”, elogiou o prefeito.

O superintendente de Águas de Pará de Minas, Thiago Contage, falou sobre o desafio de implantar a rede de abastecimento em Pará de Minas, principalmente com início das obras no período de estiagem.

“Tivemos que nos desdobrar, mas aceleramos a construção da adutora para minimizar os efeitos da crise hídrica que atingia o país. Construímos 28 km de rede e, cinco meses depois de iniciar as obras, levamos a água do Rio Paraopeba para a adutora. Também implantamos uma estação de tratamento de água compacta na cidade e colocamos cerca de 30 caminhões pipas para atender as comunidades no período crítico. As pessoas hoje reconhecem a importância da presença da Águas de Pará de Minas”, disse Thiago Contage.

O diretor de Novos Negócios do Grupo, João Luiz Queiroz, destacou a consolidação dos consórcios e parcerias como ferramentas de apoio ao desenvolvimento dos municípios e bem estar geral da sociedade.

“O congresso foi importante porque discutiu o consórcio e as parcerias. A economia de escala viabiliza as soluções adequadas de saneamento com garantias contratuais. É uma forma de atuar nesses municípios que enfrentam problemas. Existe uma solução para cada um deles. É um pacote alternativo”, ressaltou o diretor.

Galeria de fotos