x
Publicado 27/02/2015 15:56:21

Governo federal mais do que dobra imposto sobre folha de pagamento para obter reequilíbrio das contas

O governo federal mais do que dobrou nesta sexta-feira, 27, as alíquotas de Contribuição Previdenciária das empresas sobre receita bruta, reduzindo na prática a desoneração da folha de pagamentos, em mais uma medida de aperto fiscal para reequilíbrio das contas públicas.

As empresas que arcavam com alíquota de 1% de contribuição previdenciária sobre a receita bruta passam para 2,5%, enquanto as que tinham alíquota de 2% passam para 4,5%, de acordo com a Medida Provisória 669 publicada no Diário Oficial da União.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) afirmou ter recebido o anúncio "com extrema preocupação", avaliando que as mudanças gerarão forte impacto para a indústria, inclusive no tocante à manutenção de empregos, em um cenário já marcado por perda de competitividade do setor.