x
Publicado 11/07/2016 11:21:20

Gordura no fígado: sintomas, causas e remédios naturais

Por padrão, é comum que todos tenham uma certa quantidade de gordura no fígado. No entanto, quando a gordura no fígado passa de 5 a 10% do seu peso total isto então pode ser considerado caso de esteatose.

Sintomas de que se está com gordura no fígado
Normalmente o excesso de gordura no fígado não causa sintomas diretamente associativos. No entanto, pode apresentar quadros de fadiga e até mesmo alargamento da área do fígado, de forma a ser percebida na parte externa. Quando há excesso de gordura no fígado, o mesmo pode inflamar e ficar extremamente inchado, causando dores e desconfortos. Um médico geral será capaz de detectar este quadro com um simples exame físico.

Quando acontece inflamação por causa da gordura no fígado, a pessoa tende a perder peso por falta de apetite, e pode também apresentar muita fraqueza e dores abdominais.

Causas da gordura no fígado
Como o fígado é o órgão responsável por processar todos os alimentos e líquidos ingeridos por nós, a gordura no fígado é muito comum em pessoas que sofrem com o alcoolismo ou mesmo naquelas que bebem demais (de forma quase eventual).

A gordura se armazena pois o fígado se torna incapaz de processar o que está sendo ingerido, começando a armazenar as células de gordura e a prejudicar seu processamento.

Embora o alcoolismo e o consumo excessivo de bebidas sejam as causas mais evidentes de gordura no fígado ou esteatose, há diversos outros fatores que também podem ocasionar este quadro (que em estágios avançados tende a ser fatal para a saúde).

Além do alcoolismo já citado, dentre as causas mais comuns da gordura no fígado (ou até mesmo “fígado gorduroso”) estão a diabetes, efeitos colaterais de alguns medicamentos como esteroides, aspirina, tetraciclina, hiperglicemia e principalmente a obesidade.

As causas mais comuns do fígado gorduroso são:
* Alcoolismo
* Obesidade
* Alta ingestão de açúcar e doces
* Consumo de medicamentos (em geral não recomendados) como aspirina ou mesmo esteroides no caso de atletas

Não há exatamente tratamentos, cirurgias ou medicamentos que possam acabar com a gordura no fígado.

Recomendações básicas que são muito eficientes a fim de evitar este quadro:
* Evitar a obesidade
* Evitar consumo de bebidas alcoólicas
* Evitar o consumo exagerado de açúcar
* Evitar ingestão de alimentos ricos em sódio e etc

É também importante manter uma alimentação saudável sem gordura. Nestes termos, aconselha-se a substituição de carnes vermelhas por carnes brancas como peixe e frango. Sempre que possível a ingestão diária de frutas como maçã, banana e mamão.

Remédios naturais que podem ser utilizados para reduzir a gordura no fígado:

Cebola
Pode ser servida tanto em uma salada como no tempero de alimentos.

Maçã
Por ser um desintoxicante natural a maçã será capaz de eliminar as impurezas do corpo e auxiliar o fígado em seus processos naturais.

Chás
Chá de alface e carqueja serão excelentes para a manutenção do metabolismo e circulação, favorecendo que o fígado possa exercer suas funções sem dificuldades.

Embora o fígado gorduroso ou gordura no fígado não apresentem sintomas diretos, com o passar do tempo o quadro pode se agravar, e como já mencionado, pode apresentar inflamação e dores na região. Portanto, caso você possua algum dos hábitos de risco (como alcoolismo) é importante a constante visita ao médico para que ele possa examiná-lo e saber se a gordura no fígado pode ser o seu caso, e até mesmo para eventuais outras doenças oriundas deste hábito.

Fonte: healthline.com