x
Publicado 23/04/2018 15:48:43

Dicas para organizar e encontrar recibos, notas fiscais e outros documentos

Papel é uma coisa que todo mundo tem em casa. A dificuldade, quando se trata de comprovantes de pagamento, é selecionar o que pode ir para o lixo e o que deve ser arquivado. Para ajudar a dar um jeito na bagunça,  o melhor é separar tudo em categorias, de acordo com o que encontrar: recibos de compras, comprovantes de cartões de crédito, contas de concessionárias de água, gás e energia, certidões, contratos etc.

Verifique o espaço que você terá para guardar a papelada: se tiver uma mesa com computador, pode investir num gaveteiro que se encaixe embaixo da mesa e utilizar pastas suspensas ou do tipo sanfonadas.

O uso de prateleiras de armário ou que possam ser fixadas em paredes de quarto. Nelas, coloque caixas de arquivo morto ou de decoração para levantar o visual do ambiente.

Existem arquivos, pastas e caixas de diversos tamanhos em papelarias. Escolha cores alegres e terá uma área cheia de estilo e personalidade.

Tire suas dúvidas
Como saber o que priorizar ao organizar os papéis? Procure deixar as pastas ou arquivos de despesas mensais em lugar de fácil acesso. Assim, não terá problemas em achá-las quando precisar de algum recibo de pagamento. Já as que têm documentação pessoal, de imóvel e outros bens devem ser guardadas em locais mais restritos, pois arquivam documentos mais importantes. No caso dos loucos por tecnologia que guardam todos os recibos e transações em pastas organizadas em computadores, tablets ou celulares, o ideal seria ter também uma cópia física, para o caso de se perder tudo, já que pode acontecer um acidente.

Como organizar por categorias os documentos? Separe os assuntos. Na pasta de seguros, por exemplo, guarde os de carro, casa, vida, invalidez, médico. Na das finanças, arquive extratos de contas bancárias, crédito, financiamentos e outros investimentos. Outra pasta pode ser de propriedades, na qual pode armazenar recibos de casa (obras, decoração, objetos de valor), recibos de eletroeletrônicos, documentos de compra de veículos e recibos de oficinas. Separe uma só para impostos: recibos do ano vigente e outros documentos relativos a taxas em geral (IPTU, IPVA etc). Não se esqueça de reservar uma pasta só para saúde, na qual pode guardar todo tipo de exames e registros médicos; e uma para veterinária, se tem animais de estimação.

O que pode facilitar a procura por uma conta ou recibo? Coloque etiquetas coloridas em suas pastas para criar código de cores que diferenciem as várias categorias de papéis arquivados. Adote também um código de cores para separar os arquivos profissionais dos pessoais ou para fazer qualquer outra distinção que queira. Outra dica: não precisa conservar contas pagas de tarifas públicas por mais de cinco anos.