x
Publicado 20/06/2016 10:47:10

Alunos do Senai assistem desfile e se encontram com badalada estilista

A estilista Isabela Capeto (c) com alunos do Senais Friburgo

Um dia inesquecível. Essa foi a sensação de 26 alunos do SENAI Espaço da Moda, de Nova Friburgo, depois de visitarem o Rio Moda Rio. Estudantes do curso técnico de vestuário, eles puderam conhecer pessoalmente um grande evento do setor. Além de assistirem aos desfiles das marcas Mara Mac e Isabela Capeto, eles tiveram o privilégio de serem recebidos pela própria Isabela para um bate-papo.

A consagrada estilista falou sobre o seu processo criativo e o que a inspira para desenhar suas coleções. “Busco ideias nas mais variadas formas de arte, como arquitetura, por exemplo. A cabeça tem que estar sempre aberta às novidades, inclusive o de reaproveitar materiais que já foram usadas. Podemos pegar uma roupa velha e recriá-la em algo completamente novo”, disse ela.

Referência no setor, Isabela acredita que essa foi uma grande oportunidade para os alunos do SENAI. “É bom que eles puderam aprender desde cedo que a moda não é só glamour. Esse é um mercado em que a concorrência é muito grande, então tem que trabalhar bastante e ter persistência. Além de estudar, tem que ser apaixonado pelo que faz”, completou a estilista, que aproveitou para exaltar o Rio Moda Rio. “Eu não poderia ficar de fora desse evento. O Rio é uma cidade que dita moda, em que as pessoas são mais soltas, coloridas e se permitem ousar”.

No dia do seu aniversário de 19 anos, Hannah Abd disse que recebeu um grande presente do SENAI. “É a minha primeira vez em um evento desse tipo e estou completamente encantada. Vou voltar pra casa cheia de ideias e já querendo desenhar novos croquis. Sem dúvida esse foi um abridor de portas na minha vida”, disse a mineira que está em busca do seu primeiro emprego na área.

Para Diego Bonan, de 24 anos, foi uma chance de ver a moda em todo o seu contexto. “Muita gente pensa que é algo superficial e no evento eu pude desconstruir essa visão. A Isabela nos mostrou o quanto a sustentabilidade é importante, ao se pensar em quais materiais usar para fazer cada peça e na preocupação com a sociedade. Abriu a minha visão”, comentou o assistente comercial de uma confecção em Bom Jardim.

Apesar de ter apenas 23 anos, Franciele Machado já é uma veterana no assunto. “Trabalho desde pequena ajudando a minha mãe que é costureira. Visitar o Rio Moda Rio despertou em mim um olhar crítico, ainda mais porque pude conversar pessoalmente com uma estilista famosa. Ela nos disse para criarmos sem fazer cópias do que já foi produzido e buscarmos impor nosso próprio estilo”, disse ela, que já tinha feito outros cursos na área de moda e quer se especializar cada vez mais.

O resultado da visita promete enriquecer também a participação dos alunos em outro evento importante para o setor, a 26ª edição da Fevest – Feira de Moda íntima, Praia, Fitness e Matéria-prima, realizada em Nova Friburgo, este ano entre os dias 6 e 10 de julho. A turma está participando do projeto Novos Talentos, proposta que mobiliza os alunos a criar peças inovadoras e engajadas nas tendências que embalam o mundo. Eles são responsáveis por todas as fases de produção: do desenho ao acabamento. A ideia é inspirada nas fachadas de escolas internacionais como a London College, na Inglaterra, e promete deixar cidade ainda mais no clima da feira.

O Rio Moda Rio, que tem o Sistema FIRJAN como principal parceiro, termina sua primeira etapa no sábado, dia 18. Coleções de 14 marcas, como Osklen, Blue Man e Alessa, foram apresentadas, além de atrações musicais, arte e gastronomia. Ao longo do ano inteiro, serão realizadas ações, como palestras, rodadas de negócios, edital de novos talentos e um prêmio para os destaques do setor, numa forma de impulsionar a Cadeia da Moda de forma perene.