x
Publicado 10/11/2017 19:27:38

Filmes da semana 10/11 até 16/11

A única estreia desta semana em Nova Friburgo é Gosto se Discute. Comédia nacional com cara de televisão, o filme oscila bons e maus momentos com destaque para as cenas dramáticas ao invés das piadas e situações engraçadas. André Pellenz desta vez não tem Paulo Gustavo ou a simpática galerinha do prédio azul que seguram um filme independente do enredo ou da produção. Apesar do talento de Cássio Gabus Mendes e Kéfera Bachmann, que funcionaram muito bem juntos, o filme precisaria de algo a mais para segurar a atenção do público, e mais uma vez o roteiro não ajudou. Não pela trama, que consegue desenvolver bons momentos, reviravoltas e se aproveita da onda da gourmetização que se apoderou da televisão. Momentos engraçados se revezam com bobagens jogadas para forçar a piada. Interessante que o ponto alto está no drama e nas referências. O capital é fortemente atacado em diversas cenas, e a religião é discutida com inteligência. Os problemas começam nos diálogos, e se desenvolvem em uma linguagem cinematográfica pobre e sem ritmo. Na verdade o filme tenta ser mais do que consegue. Tem bons momentos mas erra muito narrativamente. São basicamente cenas com plano e contra-plano, alguns momentos de câmera rápida no ombro e algumas cenas mal desenvolvidas. Apesar de óbvio, o enredo é bonitinho e o resultado final do filme é morno, mais televisão do que cinema. O título é interessante, gosto se discute ou não? Difícil dizer, mas o fato é que pode ser bom ou ruim. Vale sim o ingresso e a indicação etária é para maiores de 12 anos.

Sugestão:
Para assistir em casa a dica desta semana vai para Machuca. Representante do cinema chileno de qualidade, Andrés Wood entrega um momento histórico delicado do Chile através do olhar de meninos que superam as diferenças em nome de uma forte amizade. Belo, forte e marcante.

Comentários

Nenhum comentário nesta notícia. Seja o primeiro comentando abaixo!

Comente sobre esta notícia