x
Publicado 06/01/2017 09:50:59

Verão exige cuidados especiais para os idosos

Os idosos são mais sensíveis às altas temperaturas do verão. Neles, o risco de hipertermia, quando a temperatura do corpo passa dos 37,6ºC, é bem maior. Segundo os médicos, se a pessoa fica muito tempo no sol e não se hidrata corretamente, a temperatura do corpo pode aumentar e trazer sérios riscos à saúde.

Isso acontece com as pessoas mais velhas porque, conforme o corpo envelhece, diminui a capacidade dele de se adaptar ao calor. Os principais sintomas são: dores abdominais, câimbras, vômito, dor de cabeça, tontura, fraqueza, excesso ou falta de suor, irritação, alucinações, delírios e convulsões.

Apesar da exposição dos idosos ao sol ser essencial para a reposição da vitamina D no organismo, é importante tomar cuidado. O tempo ideal é entre 5 e 10 minutos diários, antes das 10h ou depois das 14h, por causa do risco de câncer de pele.

Outros cuidados com a saúde dos idosos no verão:

-Devem beber muita água durante o dia;
-Procurar abrigo do calor em áreas cobertas ou com ar-condicionado;
-Usar roupas leves e de cor clara;
-Evitar atividades intensas nos momentos mais quentes do dia (entre as 10h e as 16h);
-Usar filtro solar, chapéu ou boné sempre que se expor ao sol;
-Evitar o consumo de café e álcool, pois eles contribuem para a desidratação;
-Em caso de cansaço, náuseas, tonturas ou dores de cabeça é preciso procurar um local com sombra, arejado e beber muita água.