x
Publicado 25/08/2017 12:42:50

Veja as trilhas com os melhores visuais de Nova Friburgo

Pedra do Prado - Foto: Centro Excursionista Friburguense

Veja dicas para trilhas e caminhadas, algumas até o cume das lindas montanhas e picos da cidade, seja para ver o nascer do sol, o pôr do sol ou apenas apreciar o visual lá de cima. Um dos principais destinos do Estado nesta época do ano, Nova Friburgo é cercada por paisagens de encher os olhos. No seu entorno, diversos picos e montanhas espalhados pela cidade prometem momentos inesquecíveis.

1- Parque Estadual dos Três Picos, em Salinas
Um convite a caminhadas em meio a belas paisagens e uma natureza exuberante. No local, é possível acampar, escalar, e contemplar uma das mais belas vistas da região. Criado em 2002, o Parque é a maior Unidade de Conservação ambiental de Proteção Integral do Estado, abrangendo cinco municípios: Cachoeiras de Macacu, Silva Jardim, Nova Friburgo, Teresópolis e Guapimirim; cerca de dois terços encontram-se em Cachoeiras de Macacu, e o restante entre os outros municípios. Em Nova Friburgo, o Parque está localizado em Salinas, área rural da cidade. O local é um dos mais importantes pontos de escaladas do Brasil com destaque para o Pico Maior, a maior montanha da Serra do Mar, com 2.366 metros. Para quem gosta de observar o céu, o local é um verdadeiro convite. Longe da iluminação, é possível ter uma visão privilegiada das estrelas. O parque funciona diariamente entre 8h e 17h, a entrada é franca. Para quem quiser solicitar guias cadastrados e informações, a sede administrativa do Parque fica em Cachoeiras de Macacu e funciona das 9h às 17h. O telefone é (21) 2649-6847.


2- Estrada Cascatinha x São Lourenço
O trajeto que é marcado por pequenas construções históricas, era o percurso feito pelos suíços para vencer as serras que davam acesso a Nova Friburgo. A trilha Cascatinha X São Lourenço é a primeira etapa da chamada Trilha do Colonizador. Este nome se deve ao fato de ser por este caminho que os colonizadores suíços chegaram a Nova Friburgo em 1821. A estrada é bastante extensa, mas não oferece grande aclives com trechos preservados de Mata Atlântica e está aos pés do maciço rochoso do Caledônia. A caminhada com grau de dificuldade alta, exige preparo físico e dura ao menos 7 horas. No caminho é possível encontrar pontos de reabastecimento de água pura da montanha.

3- Pedra da Catarina Mãe
Localizada no bairro Vale dos Pinheiros, a Pedra da Catarina Mãe é uma das mais conhecidas na cidade e possui 1.449 metros de altitude. A caminhada até o cume dura cerca de uma hora e as trilhas do local também atraem praticantes de downhill e ciclistas. Chega-se a ela tanto pelo Vale dos Pinheiros (entrando numa trilha ao lado do Condomínio Sítio da Pedra), quanto pela estrada Friburgo -Teresópolis (estrada do Vale Dourado). A caminhada é de nível leve e a pedra proporciona uma bela vista da cidade.

4- Pedra do Imperador
A Pedra do Imperador, conhecida também como Pedra do Elefante, tem 1.410 metros. Uma pequena caminhada sobre ladrilhos levará você a um mirante com uma vista inesquecível da cidade. Chega-se ao topo através de uma estrada da Granja do Céu (há inclusive uma linha de ônibus que para no início do caminho de terra que sobe a montanha). A caminhada que começa no ponto final do bairro, é de nível médio, podendo ser realizada em cerca de 3 horas, ida e volta. Lá do alto, o visual é único! Dá para ver os Três Picos e o Pico do Caledônia além de vários bairros de Nova Friburgo.

5-Pico do Caledônia
Do Pico da Caledônia, (que tem com 2.257 metros de altitude e é a segunda maior montanha da Serra do Mar, que vai de Santa Catarina até o Rio de Janeiro), é possível ter uma vista privilegiada de Nova Friburgo e cidades vizinhas - até o Rio de Janeiro. O cume fica entre as cidades de Nova Friburgo e Cachoeiras de Macacu, na divisa entre os dois municípios, inserido no Parque Estadual dos Três Picos. Com uma localização privilegiada, possui torres de transmissão de rádio, responsáveis pelas comunicações da Petrobrás, possibilitando o envio de dados desde a Bacia de Campos até Brasília sem encontrar nenhuma montanha de maior altitude obstruindo as ondas. Possui também uma rampa de asa delta para prática de vôo livre. A caminhada até o cume é de nível pesado e inclui mais de 500 degraus de escadas. O Pico é aberto para visitação em horários restritos e o seu acesso é feito através de uma estrada bem íngreme a partir do bairro Cascatinha.


6- Morro da Cruz, na Praça do Suspiro
Do cume do Morro da Cruz, também chamado de Morro do Teleférico, a vista é espetacular. Um dos cartões postais de Nova Friburgo, com vista quase total da cidade, o Morro da Cruz está localizado no Centro, na Praça do Suspiro, onde está o Teleférico. Com 1.380 metros, tem vários caminhos para o cume. O mais conhecido deles segue pela rua do teleférico (entrando pela rua General Osório) para em seguida subir uma escadaria de concreto. A trilha é rápida e de fácil navegação.

7- Pedra do Prado

A Pedra do Prado, também conhecida como Pedra do Santo André, está localizada no sexto distrito, – Conselheiro Paulino.Os mais antigos são via Horto do Vino – na cor vermelha e Estrada do Morro das Contas – cor laranja (são leitos das estradas utilizadas para escoar os paralelepípedos e lajotas da antiga pedreira e também dos eucaliptos ali introduzidos e muito comuns no entorno).O caminho/trilha a ser percorrido é via Granja Mimosa – cor amarela. Trata-se de uma trilha compartilhada com os praticantes de downhill. Cerca de 75% da trilha é dentro de um bosque remanescente da mata Atlântica, não existindo ponto de água.Do cume é possível avistar as conhecidas e desconhecidas montanhas friburguenses e limítrofes (Caledônia, Três Picos, Janela das Andorinhas, Córrego Fundo, Pico do Tavares, Morro da Canjiquinha, Santa Tereza – Bom Jardim, entre outras.