x
Publicado 27/06/2016 10:45:07

Use e abuse dos óleos para hidratar a pele e o cabelo no inverno

O inverno pede uma hidratação mais intesa, já que a pele se torna mais ressecada quando exposta às baixas temperaturas. Veja como usar os óleos, uma arma poderosa para a estação mais fria do ano.

Qual a melhor frequência para aplicar óleo na pele?
Podemos utilizar todos os dias, preferencialmente após o banho. Com a pele ainda úmida, aplique óleo de amêndoas, ou de semente de uva, por exemplo, porque hidrata o corpo. Já o óleo de coco, em pequena quantidade, é ótimo para cotovelos e joelhos.

Qual o principal erro que as pessoas cometem ao aplicar o produto?
Utilizar em demasia pode gerar acne ou foliculite. Acne principalmente no rosto, foliculite no corpo, nas costas. É comum que, durante a execução de massagens corporais, sejam utilizado óleos em excesso, gerando erupção cutânea. Às vezes têm que ser tratadas com antibióticos tópicos ou sistêmicos. A procedência do óleo também importa. Produtos de má qualidade são mais propensos a causar problemas.

Há alguém que nao pode usar o óleo facial, corporal ou capilar?
Quem tem a pele muito oleosa ou com acne geralmente não se dá bem com veículos oleosos. Devem preferir produtos a base de géis, mousses, oil-free.

Qual a melhor maneira de usá-los?
No rosto, os óleos podem ser utilizados após limpeza profunda, como hidratantes, calmantes, nutritivos. À noite, antes de dormir, podemos utilizar o óleo de coco, de argan, de lavanda, em poucas gotas, no rosto. Prefiro esta aplicação 1 vez por semana se a pele for oleosa, ou até 3 vezes se for seca. Mas na área perto dos olhos, podemos usar todos os dias. Já no corpo, após o banho, em áreas propensas a ressecamento ( cotovelos, joelhos, pernas) ou estrias ( quadril, mamas). Gosto muito do azeite de oliva para grávidas a partir do oitavo mês de gestação. É bem eficaz para prevenir estrias.

Há alguém que nao pode usar o óleo facial, corporal ou capilar?
Quem tem a pele muito oleosa ou com acne geralmente não se dá bem com veículos oleosos. Devem preferir produtos a base de géis, mousses, oil-free.

Qual a melhor maneira de usá-los?
No rosto, os óleos podem ser utilizados após limpeza profunda, como hidratantes, calmantes, nutritivos. À noite, antes de dormir, podemos utilizar o óleo de coco, de argan, de lavanda, em poucas gotas, no rosto. Prefiro esta aplicação 1 vez por semana se a pele for oleosa, ou até 3 vezes se for seca. Mas na área perto dos olhos, podemos usar todos os dias. Já no corpo, após o banho, em áreas propensas a ressecamento ( cotovelos, joelhos, pernas) ou estrias ( quadril, mamas). Gosto muito do azeite de oliva para grávidas a partir do oitavo mês de gestação. É bem eficaz para prevenir estrias.

Saiba as propriedades de alguns óleos naturais.
- Óleo de coco: hidratante natural que oferece nutrição para a pele. Bom para cutículas, cotovelos e joelhos.
- Óleo de amêndoas: peles muito ressecadas.
- Óleo de lavanda: aliado no processo de clareamento de manchas na pele. É suave, com ação reparadora e hidratante.
- Óleo de rícino: hidratação da pele.
- Óleo de argan: usado no combate à acne e anti-envelhecimento. Contém vitaminas e anti-oxidantes. Muito utilizado também em produtos para os cabelos, deixando os fios mais sedosos.
- Óleo de uva: combate ao envelhecimento da pele.
- Óleo de camomila: acalma a pele, aliviando irritações e vermelhidão. Ação anti-inflamatória. Bom para peles sensíveis.

Fonte: http://revistamarieclaire.globo.com/