x
Publicado 02/09/2015 10:35:04

Universitários invadem Friburgo durante o feriadão: Junfri 2015

Chegando a sua 7ª edição, o Junfri 2015 (Jogos Universitários Friburguenses) promete movimentar o cenário esportivo de Nova Friburgo a partir de hoje (5), até 7 de setembro. Ao todo 10 universidades (5 de Nova Friburgo e 5 de fora) competirão nas modalidades atletismo,cabo de guerra, basquete, futsal, handball e vôlei, movimentando o cenário esportivo, o comércio e o turismo de Nova Friburgo.

A novidade de trazer universidades de outras cidades foi apresentada na edição de 2014 e agradou em cheio. Com a fórmula repetida para o Junfri 2015, a expectativa é que Nova Friburgo receba cerca de 400 atletas vindos de outros municípios, sendo cerca de 1000 ao todo envolvidos diretamente com as competições.

Além de Uerj, UFF, Cefet, Cândido Mendes e Estácio, todas de Nova Friburgo, também participarão Estácio Rio de Janeiro, Estácio Petrópolis, Universidade Católica de Petrópolis, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, de Seropédica, e UFRJ Macaé.

Os jogos acontecerão em quatro ginásios diferentes: Nova Friburgo Country Clube, no centro, Adhemar Combat, em Olaria, e Helena Deccache (Friburguense), também em Olaria. Os atletas vindos de outros municípios ficarão num alojamento preparado pela organização do evento. Além das disputas e o incentivo à prática de esportes, o Junfri também se preocupa com a diversão dos universitários. Por isso, estão programadas festas com o melhor do sertanejo, pagode, funk e eletrônico, na Choperia Mais 1. Tudo para aumentar ainda mais a interação entre os jovens e movimentar o comércio local.

Atletas, torcedores e amantes do esporte também podem desfrutar de mais uma novidade preparada especialmente este ano: o aplicativo Junfri. Nele estará disponível a tabela dos jogos, informações sobre as festas, regulamento das competições, localização de ginásios e alojamento, contato da organização do evento, enfim, tudo para deixar ainda mais completo o maior evento esportivo universitário da Região Serrana!

Por Fernando Moreira