x
Publicado 13/08/2017 20:16:52

Telhas de amiantos poderão ser proibidas no Brasil

Amianto libera pó que oferece 3 grandes riscos à saúde: telhas poderão ser proibidas.

Fibra mineral usada principalmente na fabricação de telhas e caixas d'água, o amianto é perigoso e causa 100 mil mortes por ano em todo o mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Atualmente, uma proposta para banir qualquer derivado do material no Brasil tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

Amianto causa câncer
Segundo a Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer, órgão ligado à Organização Mundial de Saúde (OMS), qualquer tipo de amianto tem potencial cancerígeno.

Caixas d’água ou telhas intactas com o material são recobertas por uma camada de cimento que barra os efeitos tóxicos.

Porém, com o tempo essa cobertura se desgasta naturalmente e é reduzida com o uso de produtos de limpeza, expondo as fibras na água ou no ar. É justamente a inalação ou ingestão do pó que faz mal para saúde.

Outro problema é a colocação ou retirada de telhas, em que é necessário que o material seja perfurado ou cerrado. Com isso, partículas da substância são liberadas e afetam principalmente quem trabalha com tais procedimentos.

Riscos: câncer e mais
O tumor mais ligado ao amianto é o mesotelioma, que acomete o revestimento de diversos órgãos. Apesar de rara, a doença é extremamente agressiva e mata em até um ano.

Ainda pode haver casos de câncer de pulmão e asbestose, problema em que há formação de tecido cicatricial nos pulmões

Proibição de amianto no Brasil

Mais de 60 países já proibiram amianto por não o considerarem seguro. Inclusive, a Justiça de algumas nações europeias, como a Itália, condenou empresas que vendem produtos com a fibra por homicídio.

No Brasil, alguns estados e cidades, como São Paulo e Rio de Janeiro. proíbem a produção e a comercialização de todos os tipos de amianto. Porém, a Lei Federal nº 9055, criada em 1995, permite a exploração, industrialização e venda do material no subtipo chamado crisotila.

Como resultado, é fácil encontrar empresas que vendem telhas, placas e caixas d'água com o elemento.

Atualmente, o STF julga uma proposta para deslegitimar a lei de 1995, o que baniria o amianto de uma vez por todas.

O que fazer?
Não é indicado que pessoas com caixa d'água ou telhas de amianto retirem os objetos sozinhos. O ideal é recorrer a um especialista.

Já o descarte do material deve ser feito em lugares especializados em resíduos perigosos. A prefeitura ou a administração regional de cada cidade costuma informar os locais mais próximos.

http://www.vix.com/