x
Publicado 08/05/2017 16:06:43

Tatuador friburguense é premiado mais uma vez nacionalmente e se prepara para ir para a Alemanha

Catuaba com o seu 57º prêmio

O tatuador friburguense, Rodrigo Catuaba, ganhou nessa madrugada, em São José dos Campos – São Paulo, o seu 57º prêmio de tatuagem e se prepara para ficar um mês na Alemanha, em um dos maiores estúdios de Munique.

Nova Friburgo ganha destaque nacional por mais um talento da cidade. O tatuador Rodrigo Catuaba, foi premiado na madrugada de hoje (8), em São José dos Campos, São Paulo, pela melhor tatuagem do II Vale Tatto Festival.

Catuaba que é especialista na categoria "Realismo", surpreendeu os jurados pela perfeição dos detalhes do rosto do Ragnar Lothbrok, personagem da série Vikings. Ele competiu com cerca de 250 tatuadores de várias partes do Brasil.

De Nova Friburgo, os únicos profissionais presentes eram o Rodrigo Catuaba e Diego Belmiro - aprendiz de Rodrigo e que atualmente é o segundo tatuador do estúdio, Catuaba Tatto, que fica no bairro Olaria.

"É sempre bom voltar para casa com um prêmio na mala e poder levar o nome de Nova Friburgo para mais e mais gente. Fiquei feliz com o resultado, já que usei uma técnica de textura pouco utilizada ainda no Brasil e que eu estudei cada detalhe anteriormente para fazer o melhor possível. Deu certo!", explica Rodrigo Catuaba.

O tatuador é um verdadeiro colecionador de prêmios: são ao todo 54 nacionais e 3 internacionais, o que permite que ele seja referência nacional, em "Realismo". Além disso, é convidado com frequência para ser jurado em diversas convenções de tatuagens pelo Brasil afora.

O sucesso do tatuador friburguense ganha a Europa
A arte de Rodrigo Catuaba extravasa as fronteiras do país e vai ganhar a Europa. O tatuador for convidado para passar um mês, tatuando em um dos maiores estúdios de Munique, o Unlimited Bodyart.

É a primeira vez que um profissional da área, de Nova Friburgo recebe um convite como esse. "É um grande desafio, mas estou pronto para ele. Será um mês de uma experiência muito rica, com uma cultura totalmente diferente e com uma língua considerada por muitos como difícil. Estou fazendo curso de Alemão para chegar lá ainda mais preparado e poder fazer o meu trabalho da melhor forma possível. Além disso, quero também absorver da melhor forma o que eu puder aprender na Europa para trazer para Nova Friburgo".

Catuaba embarca para a Alemanha no dia 13 de junho e já recebeu um convite para ir à Portugal. "Existe a possibilidade de em dezembro eu passar alguns dias em Lisboa, em uma convenção, mostrando o meu trabalho. Estou na fase de acertar os detalhes", explicou o tatuador.

Agenda concorrida, digna de um campeão
Com tantos prêmios, experiências em convenções, não surpreende que conseguir um horário na agenda desse tatuador, não tem sido uma tarefa fácil. O tempo de espera para ter um "dos rabiscos" feitos por Catuaba, tem chegado até 3 meses. "Trabalho de segunda à sábado e mais de 12 horas por dia. Ter a agenda lotada me faz querer melhorar sempre, trazer novidades e permitir que quem faça a primeira tatto comigo, volte e também recomende para outras pessoas".

Mesmo com essa correria e com a agenda lotada, Rodrigo Catuaba ainda encontra tempo para fazer trabalhos voluntários que ele não abre mão: ele faz gratuitamente, tatuagens em mulheres que tiveram câncer de mama e que precisam de reparos em cicatrizes ou até mesmo a reconstrução estética de mamilos. "Essas mulheres passaram e passam por muitas dificuldades todos os dias. Nós homens, nunca vamos saber a dor real do que é isso, mas temos a obrigação de tentar amenizar e ajudar de alguma forma. A maneira que encontrei, foi doando o meu trabalho para ajudar essas mulheres a recomeçarem, a se sentirem mais bonitas e até resgatar a auto estima delas. Sou um dos voluntários da ONG Amma ( Associação da Mulher Mastectomizada ) e poder ajudar de alguma forma, ver essas mulheres sorrindo novamente e até mesmo chorando ao se emocionar, após o seu corpo ganhar uma tatto, compensa qualquer coisa", complementou Rodrigo.

Nova Friburgo como referência
Rodrigo Catuaba nasceu em Nova Friburgo e permanecer na cidade é uma escolha. "Sei que o mercado para mim seria muito maior se eu fosse para grandes capitais. Já recebi vários convites para isso, mas escolhi ficar! Quero manter o meu estúdio no bairro que cresci, Olaria, e deixa-lo cada vez melhor. O que acontece é o inverso: tenho recebido pessoas de vários lugares do país que veem a Nova Friburgo para tatuar comigo. E isso é gratificante demais", finalizou.

Rodrigo Catuaba tem 33 anos e nunca fez nenhum tipo de curso de desenho ou de tatuagem. Ele é autodidata.

Você pode conhecer detalhes do trabalho dele no instragram @rodrigocatuaba e também na fanpage https://www.facebook.com/catuabatattoo/?fref=ts

Galeria de fotos