x
Publicado 23/01/2017 11:41:02

Suor excessivo afeta mais do que só o estado físico e mexe até com a saúde mental

Mãos escorregadias e frias e roupas úmidas são apenas alguns dos desconfortos mais comuns entre pessoas que sofrem de hiperidrose, condição caracterizada por transpiração excessiva. O problema, porém, não se limita ao aspecto físico e pode interferir até mesmo na saúde mental, segundo um recente estudo publicado pelo Journal of the American Academy of Dermatology.

Suor excessivo está relacionado a depressão e ansiedade
De acordo com o trabalho científica, 21% das pessoas que sofriam de suor excessivo apresentavam também quadro de ansiedade, enquanto 27% se mostravam deprimidas. A pesquisa só não conseguiu verificar se a hiperidrose foi causadora dos problemas de saúde mental ou se ela fazia parte dos próprios transtornos em si.

A hiperidrose é uma condição médica que faz com que as pessoas apresentem suor excessivo de maneira imprevisível e mesmo em repouso ou sob baixas temperaturas. O estudo, que contou com mais de 2 mil pacientes de clínicas dermatológicas, descobriu que tanto a ansiedade e a depressão eram mais comuns entre os pacientes com hiperidrose, e que os riscos eram maiores quando o quadro de sudorese era mais grave.

http://www.vix.com/