x
Publicado 02/05/2017 16:56:52

Sem calendário: Parte dos servidores estaduais não sabe quando irá receber salário de março

Aposentados e pensionistas são os que mais sofrem com atrasos

Sem previsão. Os vários arrestos e bloqueios nas contas do Governo do Estado nas duas últimas semanas prejudicam ainda mais o pagamento da folha salarial de março do funcionalismo.

O depósito que, tem sido feito no 10º dia útil do mês, e tem deixado muitos servidores em situação financeira complicada, ainda é considerado incerto para Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz). Isso porque o fluxo de caixa foi prejudicado, em especial pelos confiscos realizados para o repasse dos duodécimos aos Poderes.

Na sexta-feira da semana passada, o Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) determinou o arresto de R$ 50 milhões das contas do governo estadual para o pagamento do duodécimo de abril da Defensoria Pública do Estado. O confisco foi confirmado pela Secretaria de Estado de Fazenda. Por Lei, o repasse deveria ser feito em cadia dia 20.

A semana passada foi foi marcada por bloqueios e arrestos nas contas do Governo do Estado. Na última quinta-feira, o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou arrestar R$ 244.319.972,10 das contas do governo do estado para o pagamento dos duodécimos do mês de abril ao Tribunal de Justiça do Rio.

Inativos e aposentados passam por dificuldade

Com as sucessivas decisões que atrapalham o planejamento financeiro do Estado, ainda não é possível dizer quando as datas de pagamento serão anunciadas. Em grupos de servidores nas redes sociais, muitos relatam dificuldades financeiras, em especial pensionistas e aposentados.