x
Publicado 27/04/2016 11:07:05

Relembrar momentos felizes ajuda a combater depressão e ansiedade, mostra estudo

Acessar aquelas lembranças boas provoca o desencadeamento de sentimentos positivos no organismo.

A depressão e a ANSIEDADE são distúrbios cada vez mais comuns na sociedade atual. E muito em função do dia a dia que se vive, cheio de tarefas e pressão para cumpri-las de maneira eficaz. Recomendações a fim de controlar esses tipos de problema não faltam: MEDITAÇÃO, exercício físico, ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL, redução do ritmo de trabalho, entre outras, são sempre muito bem-vindas e, de fato, apresentam ótimos resultados no processo de cura de quem decide investir nelas.

Quanto mais atitudes nesse sentido, melhor – vale reforçar que uma não exclui a outra! Porém, um ESTUDO realizado recentemente pela Universidade de Liverpool, na Inglaterra, mostrou que outra técnica, muito simples aparentemente, é capaz de TRAZER PROGRESSO para esses quadros patológicos. Por meio de um MÉTODO chamado BMAC (Broad Minded Affective Coping), pesquisadores concluíram que PENSAR EM LEMBRANÇAS BOAS da vida desperta dentro de si os melhores sentimentos.

Para o estudo, foram recrutados 123 voluntários, que tinham de responder a diferentes perguntas sobre culpa, insegurança, prazer, sensações negativas e ligações sentimentais com outras pessoas, fossem elas destrutivas ou de conforto. Depois de cumprida essa etapa, os candidatos eram orientados a relaxar e FOCAR EM SI MESMOS, resgatando MEMÓRIAS DE UM MOMENTO FELIZ ao lado de alguém querido. A partir daí, era preciso se concentrar no que isso provocava no organismo, contemplando tudo de maravilhoso que vinha ao mesmo tempo. Como última parte do procedimento, eles tinham que imaginar o que essa recordação significava para o participante ao lado, analisando o IMPACTO DISSO NA PRÓPRIA VIDA. No final, o formulário do BMAC era preenchido novamente.

Na conclusão da pesquisa, os FEEDBACKS com tom pessimista deram lugar a outros mais positivos, com tom de TRANQUILIDADE, AFETO, segurança e conforto. Eis a prova de que estimular aquele cantinho do cérebro onde estão as memórias mais felizes consegue desencadear reações específicas na mente dos indivíduos – e no CORAÇÃO também, porque, enfim, o que é bom fica marcado para sempre no lado esquerdo do peito.

Fonte: www.daquidali.com.br