x
Publicado 25/09/2017 10:32:43

Queimadas provocam prejuízos à natureza e à saúde

Ação coloca em risco a vida de pessoas, do meio ambiente e afetam o abastecimento de energia elétrica

Com o período de seca, aumentam as chances das queimadas que causam prejuízos às comunidades, colocam vidas em perigo e também afetam o fornecimento de energia elétrica. Isso porque o fogo próximo às redes e linhas de transmissão e distribuição de energia elétrica causam danos aos equipamentos, rompimento dos cabos de energia, e consequentemente o desligamento do sistema elétrico. E a Energisa só pode restabelecer a energia após o incêndio ser apagado.

Por isso, a Energisa chama a atenção para os perigos das queimadas. Seja no campo ou na cidade, as pessoas devem redobrar a atenção. Veja algumas orientações:

- não pratique queimadas, principalmente próximas às redes de energia elétrica. Período seco e ventos contribuam para que o fogo espalhe rapidamente. Causar incêndio é crime, previsto em lei.

 -não jogue pontas de cigarro acesas, latinhas de metal ou vidro nas matas ou em acostamentos das rodovias. Muitos incêndios surgem desse ato.

- não solte balões. Além de ser proibido por lei, o balão provoca incêndios.

-em áreas de acampamento, redobre os cuidados com as fogueiras que são deixadas para trás ou acesas à noite. Certifique-se de que o fogo foi totalmente apagado, pois qualquer chama pode se alastrar com o vento e, com a vegetação seca, se tornar um incêndio de grandes proporções.

- os produtores rurais devem procurar orientações junto aos órgãos Secretaria de Meio Ambiente ou Sindicato Rural de sua cidade, onde poderá obter informações e técnicas que substituam a necessidade de uma queimada.

Fique atento: além de causar danos às redes de eletricidade, as queimadas prejudicam a saúde, podem causar acidentes, prejuízos ao meio ambiente, como empobrecimento do solo e poluição, além de colocar os animais em perigo.

Ao identificar um foco de incêndio, avise a Guarda Florestal e o Corpo de Bombeiros. Se for próximo de uma rede elétrica, avise também a Energisa.

Veja outras notícias em nosso site: www.energisa.com.br e acompanhe a Energisa nas redes sociais: Facebook e Twitter.