x
Publicado 08/04/2017 08:54:14

Polícia volta a apreender droga na Praça Dermeval Barbosa Moreira

As Praças Getúlio Vargas e Dermeval Barbosa Moreira, as principais de Nova Friburgo, continuam sendo utilizadas com enorme frequência pelo tráfico de drogas. O número de apreensões de entorpecentes e prisões de acusados não para de crescer. A maioria dos suspeitos é menor de idade e, após registro na delegacia, costumam voltar a agir livremente nas praças.

Esta semana, policiais do 11º BPM fizeram novo flagrante na Dermeval Barbosa Moreira. Os PMs prenderam um rapaz de 20 anos quando este repassava maconha para um usuário de 62 anos.

Ambos foram conduzidos à 151ª DP, onde o jovem ficou preso em flagrante. A apreensão foi de sete gramas, embalada em pequenas embalagens que eram vendidas a R$ 10 a unidade.

"FEIRA DA DROGA"

Um jovem foi detido por policiais militares no escadão da Rua Aureliano Barbosa Farias, no bairro Floresta, local conhecido como "feira da droga". Segundo relato de moradores, os traficantes usam o escadão com desenvoltura e também um ponto onde a PM costuma fazer muitas apreensões de drogas.

Desta vez, a PM apreendeu 52 papelotes de cocaína, três tabletes de maconha e ainda R$ 805 em dinheiro. As drogas estavam com dois suspeitos que, após perseguição, tentaram se desfazer de uma sacola onde estava o conteúdo ilícito. O caso foi registrado na 151ª DP. 

CERCO NO CATARCIONE

Policiais militares do 11º BPM perseguiram quatro acusados de tráfico de drogas no bairro do Catarcione no final da tarde desta sexta-feira, 7. Os traficantes que desembarcaram de um veículo preto, por volta das 17h, e conseguiram escapar por uma mata próxima ao antigo sanatório, na Rua Manoel Alexandre de Moura.
Segundo denúncia recebida pela PM, entre os suspeitos estaria o principal traficante do bairro - cujo nome ou apelido não foi divulgado. A denúncia acrescenta que o bando estaria armado, porém, não houve troca de tiros.
Na operação, os policiais apreenderam 52 papelotes de maconha e 31 papelotes de cocaína. Ninguém foi preso.