x
Publicado 18/10/2018 10:35:59

Polícia Civil tem 3 suspeitos de pichar capela com suásticas nazistas

Pichação feita domingo foi removida na capela

O fato teve grande repercussão na mídia nacional no domingo, 14/10. Três dias depois, policiais da 151ª DP (Nova Friburgo) divulgaram já ter a identificação de três suspeitos de participação na pichação, com suásticas nazistas, da Capela de São Pedro da Serra.

Em informe à imprensa, a Polícia Civil identificou e deteve nesta quarta-feira, 17, dois suspeitos, de 29 e 34 anos. O terceiro se apresentou na delegacia com um advogado. Dois deles são moradores do distrito.

A polícia tem imagens de câmeras de segurança do distrito que mostrariam, em outra ocasião, os suspeitos pichando outros locais do distrito com frases contrárias ao candidato à Presidência Jair Bolsonaro.
A linha de investigação da pichação é o crime de preconceito. Os suspeitos prestaram depoimentos e foram liberados. A pena para este tipo de crime é de 2 a 5 anos de reclusão. As investigações continuam em andamento na 151ª DP.

O trabalho de remoção das pichações na fachada da igreja foi concluído nesta quarta-feira.

A capela de São Pedro da Serra é a mais antiga da cidade com 150 anos. No local, existe um sino de bronze doado pelo Imperador Dom Pedro II.

SUSPEITOS SE DEFENDEM (VEJA VÍDEO DA DEFESA)

https://www.novafriburgoemfoco.com.br/noticia/suspeitos-se-defendem-de-acusacao-de-pichacao