x
Publicado 15/07/2017 08:03:56

Pezão pede licença médica e Dornelles, padrinho de Renato Bravo, assume cargo de governador

Pezão é substituído por Dornelles pela segunda vez

Luiz Fernando Pezão pediu licença médica para cuidar da saúde. O governador do Rio de Janeiro se interna e deve ficar afastado das funções por pelo menos uma semana, fazendo exames em um hospital na Zona Sul do Rio.

Para evitar a vacância do cargo, o vice-governador Francisco Dornelles voltará a assumir a chefia do Executivo estadual. Esta é a segunda vez que o padrinho político do prefeito de Friburgo, Renato Bravo, assume a vaga de Pezão.

No ano passado, Pezão anunciou que estava com câncer, um linfoma não-Hodgkin. Ele se afastou do governo para fazer o tratamento e, em julho, informou que não apresentava mais os sinais da doença.

A licença médica desta vez, no entanto, não tem relação com o câncer. Sua taxa de glicose, por exemplo está em 304 mg/dl. Muito acima do normal, que seria algo entre 70 e 110 mg/dl.

O momento não é dos melhores para o Estado do Rio de Janeiro. Em crise, o governo ainda apara as arestas para assinar com a União o Termo de Recuperação Fiscal. A assinatura do acordo, cercada de burocracias, tem sido adiada e deve ficar para agosto.