x
Publicado 30/03/2017 11:10:11

Pessoas que sentem solidão dizem que estão mais doentes

Isolamento social aumenta impressão de vulnerabilidade física, alerta estudo

Ficar resfriado já é um inconveniente. Se você estiver sozinho, pior ainda. Segundo estudo da Universidade Rice (EUA), pessoas que se declaram solitárias estão mais propensas a sentir a saúde abalada do que indivíduos com relacionamentos sociais.

No estudo, publicado na edição desta semana da revista "Health Psychology", os pesquisadores estabeleceram uma distinção entre o sentimento de solidão e o verdadeiro isolamento social.

— Nós falamos sobre a qualidade dos relacionamentos, e não a quantidade — ressalta Angie LeRoy, coautora do estudo. — Você pode estar no meio da multidão e ainda assim se sentir sozinho. É esta percepção que tem importância quando analisamos os sintomas da doença.

Os pesquisadores encontraram pessoas solitárias, a isolaram... e lhe deram um resfriado.

Participaram do levantamento 159 pessoas, entre 18 e 55 anos de idade. Todos os voluntários receberam gotas nasais que aumentam a indução de frio e ficaram de quarentena por cinco dias em quartos de um hotel.

Os pacientes que, antes da pesquisa, declararam-se solitários relataram sintomas mais graves do que os indivíduos mais sociáveis. No entanto, a enfermidade não era mais severa.

Pesquisas anteriores mostraram que diferentes fatores psicossociais, como o sentimento de rejeição ou de não ter fortes laços sociais com outras pessoas, fazem as pessoas se sentirem pior fisicamente, mentalmente e emocionalmente. Os médicos devem levar em conta estes fatores psicológicos. Definitivamente ajudarão a entender quando a pessoa relata uma doença.

http://oglobo.globo.com