x
Publicado 12/01/2016 10:52:47

Paulo Azevedo é lembrado nos cinco anos da tragédia de 2011

Paulo Azevedo foi um das vítimas da tragédia de 2011

Em meio às manifestações relativas aos cinco anos da tragédia climática de 2011 na Região Serrana, amigos e admiradores usaram as redes sociais para homenagear o ex-prefeito friburguense Paulo Azevedo, uma das centenas de vítimas fatais na trágica noite de 11/12 de janeiro daquela ocasião.

Paulinho morreu soterrado em seu sítio no Campo do Coelho e seu corpo só foi resgatado cinco dias depois. Ele foi enterrado no Cemitério São João Batista. 
Você já deve ter ouvido esta frase: “Meus amigos, minhas amigas e minhas queridas crianças”. Sim, essa frase era de autoria do ex-prefeito de Nova Friburgo, Paulo Cezar Vassallo de Azevedo, o Paulinho. Se ele estivesse vivo, estaria com 77 anos de idade - aniversariava em 11 de novembro.

O advogado Paulo Azevedo era considerado um líder político carismático. Exerceu o cargo de prefeito em 1989 a 1992, e 1997 a 2000. Períodos históricos conhecidos como "Azevedismo". Marcou história no PMDB friburguense.

Filho de operários da extinta Fábrica de Rendas Arp, Paulinho Azevedo iniciou a carreira política como Secretário Geral de Governo na administração do saudoso ex-prefeito de Nova Friburgo e ex-Deputado Federal, Amâncio Mário de Azevedo, seu tio.

Este período, como muitos dizem, foi a fase embrionária do bipartidarismo entre Paulo Azevedo e o ex-prefeito e engenheiro Heródoto Bento de Mello, ainda vivo e residindo no sul do país.

Na memória dos amigos e admiradores, Paulo Azevedo continua vivo!