x
Publicado 15/03/2015 11:15:26

Biblioteca de Friburgo recebe reformas e acelera modernização

Biblioteca Pública Municipal de Nova Friburgo, após reforma, passará a se chamar Maria Margarida Ligori

Com objetivo de tornar o espaço agradável, moderno e facilitar as pesquisas para os frequentadores, a Biblioteca Pública Municipal, localizada no primeiro piso do prédio da Câmara Municipal de Vereadores, passa por reformas e adequação do espaço físico e ainda toda a informatização e adequação do acervo, além de estar passando por desfungização e desinfecção.

Após as reformas concluídas, a biblioteca deve ser rebatizada com o nome de uma de suas diretoras, Maria Margarida Ligori, e passará a sediar, em seu anexo, a Secretaria Municipal de Cultura.

“Estamos fazendo reformas que julgamos emergenciais. Claro que não vamos construir uma nova biblioteca. Na verdade, estamos adequando o acervo aos locais mais salubres do espaço físico do prédio para que tanto os leitores, os estudantes, os sócios e os próprios funcionários tenham um ambiente mais saudável para frequentar, sem riscos de contaminação”, informou o Secretário de Cultura, David Massena.

Um laudo da Fundação Oswaldo Cruz constatou que o acervo estava contaminado por fungos. Com isso, os trabalhos foram iniciados com a separação e triagem dos dois acervos: um utilizado para leitura por empréstimo e o outro para pesquisas.

Os livros, considerados raros, do século XIX e XX, estão sendo encaminhados para o Pró-Memória para recuperação, higienização e exibição. Devido a sua fragilidade e importância histórica, necessitam estar em um ambiente climatizado e que não seja contaminado por fungos, cupins ou traças.

O trabalho para a informatização de toda a biblioteca é minucioso e demandará alguns meses, mas é necessário. Hoje, para ter-se exemplo de como o sistema é defasado, a catalogação dos livros é feita manualmente em máquinas de escrever. Para cada livro que chega à biblioteca, são confeccionadas seis fichas para que o mesmo vá para a estante e cumpra seu papel de bem de consumo.

“O prefeito Rogério Cabral está sendo incansável e também a Secretaria de Obras, parceira nas adequações e reformas. Queremos modernizar e informatizar a biblioteca. Também os funcionários têm se dedicado, e esperamos implantar o programa “Biblilivre”, indicado pela Biblioteca Nacional e pelo Sistema Estadual de Bibliotecas. Quando tivermos todos esses dados cadastrados, poderemos tratar tecnicamente os cerca de cinco mil livros que estão em uma sala chamada reserva técnica, de uma forma mais operacional. Ou seja, acreditamos que em torno de 20 a 30 livros serão catalogados tecnicamente por dia, para que estejam nas estantes, renovando, assim , o acervo”, explicou David Massena.

Após todos os trabalhos concluídos, a Secretaria de Cultura deve estabelecer-se no anexo da Biblioteca Municipal. Diversos móveis que eram guardados em uma sala dentro da própria biblioteca estão sendo transferidos, devido a reforma, para outro local, abrindo esse novo espaço. A ideia inicial é que a sede da Secretaria de Cultura seja transferida para essa sala, pois ficará em uma área mais centralizada da cidade, além de liberar o espaço da galeria de artes e da sala multiuso – localizadas no Teatro Municipal – atualmente utilizadas pelo setor administrativo da secretaria. 

Fonte e fotos: Secom/Nova Friburgo

Galeria de fotos