x
Publicado 12/03/2017 22:02:00

Nova Friburgo precisa da UERJ!

Incerteza do início das aulas na UERJ prejudica alunos

por Marcus Oliveira - Presidente da Serra Jr. Engenharia

Com uma das maiores crises do Estado do Rio de Janeiro, a principal Universidade que está sendo administrada por esse governo pede socorro! Em Nova Friburgo, a situação também não está bem. Os alunos que ainda não iniciaram o segundo semestre de 2016 não conseguem ter perspectiva de começo. Os problemas são tanto estruturais, como água e luz e também humanos, com a falta de salário dos servidores.

Mas por que o friburguense “comum”, aquele que não está sendo atingido diretamente por este problema, deve se preocupar com a situação da universidade? Pois bem, antes de mais nada precisamos entender os números que o IPRJ/UERJ represente para a cidade. Ao todo, existem aproximadamente 640 alunos que movimentam a economia local do ponto de vista imobiliário, alimentício e outros serviços. As dependências em volta do Instituto que fica no bairro Vila Amélia ficarão muito prejudicadas enquanto a UERJ não voltar à ativa.

As empresas locais também sentirão cada vez mais quando se trata de inovação tecnológica. Atualmente, esses empreendimentos podem fazer parcerias com laboratórios e a Incubadora de empresas da Universidade para otimizar seu negócio. Além de, obviamente, absorverem a mão de obra formada nas engenharias do Instituto. Uma cidade historicamente conhecida por suas industrias e serviços no ramo de moda intima não pode ficar sem o auxílio da engenharia mecânica e de computação para se tornarem competitivos perante ao resto do Brasil e do Mundo.

Mas e o prejuízo subjetivo de Friburgo? Nesses anos, a cidade tem mostrado uma forte tendência de ser um polo universitário. Com quatro universidades públicas e três particulares, o município abriga a juventude que necessariamente vai construir o futuro. Não é possível que tamanho descaso do poder público fará atrasarmos em quase 10 anos todo desenvolvimento tecnológico localmente e nacionalmente.

Apesar dos pesares, O IPRJ continua sendo uma Instituição de excelência. As pesquisas não param, os projetos extensionistas continuam e os alunos aguardam o respeito que merecem.

A UERJ resiste e cada vez mais, a UERJ reage!

* A Serra Jr. Engenharia, criada em 08 de maio de 2002, é uma empresa formada exclusivamente por alunos do curso de graduação de Engenharia Mecânica e de Engenharia de Computação do Instituto Politécnico da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – IPRJ/UERJ e tem como objetivo central o incentivo à inserção e desenvolvimento dos alunos na prática empresarial.