x
Publicado 14/12/2016 09:50:57

Mitos e verdades que rondam a azia que afeta cerca de 20 milhões de brasileiros

Queimação no estômago, dor no peito, gosto amargo na boca, arrotos constantes ou a subida do alimento do estômago até a garganta insistem em incomodar? Cuidado. Você pode estar entre os 20 milhões de brasileiros que sofrem com a azia, de acordo com dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Porém, há verdades e mitos que cercam o problema. É preciso, portanto, ter muito cuidado com algumas receitas do tempo da vovó. Tomar leite, por exemplo, segundo especialistas, não combate a má digestão. Pelo contrário, a bebida promove o aumento na produção de ácido piorando os sintomas da azia.

A presença do cálcio no leite é um fator de aumento de produção de ácido pelo estômago. Isso pode fazer com que o pH do estômago diminua, o que pode contribuir para a ocorrência da má digestão. Os sintomas do problema não desaparecem sozinhos.

Muita gente acha que não é nada de mais a acaba esperando os sintomas desaparecerem e não procuram por atentimento médico. Esse hábito é incorreto porque pode gerar outras implicações no estômago que podem ser perigosas.

A prática de exercícios físicos, em excesso, é um outro mito que não combate a azia.
Atividades físicas de longa duração podem provocar sintomas no estômago, o que pode levar a azia. O segredo, como já é sabido, é o equilíbrio em tudo. Portanto, uma dica é uma dieta rica em fibras e carboidratos antes de fazer exercícios físicos. Mas tem que ser feito com moderação.

Jejum, uma prática que a azia adora
Um outro vilão que pode contribuir para a má digestão é o jejum. Especialistas explicam que a redução do número de refeições no dia a dia pode causar um acúmulo desnecessário do ácido gástrico produzido normalmente pelo estômago.

Quando não há alimento o suficiente para ser absorvido pelo ácido gástrico, pode irritar o final do esôfago e causar a azia. Comer a cada três horas mantém o sistema digestivo em funcionamento, sem sobrecarga na produção de ácido gástrico. Gordura em excesso também pode causar má digestão.

Comer muitas frituras e gorduras faz com que as mucosas do esôfago e do estômago fiquem mais sensíveis. Por outro lado, iogurte com baixo teor de gordura contêm bactérias saudáveis que auxiliam no processo digestivo. Frutas e vegetais cozidos ao longo do dia são boas opções.