x
Publicado 11/03/2016 16:04:51

Incontinência urinária em cachorros

A incontinência urinária acontece quando o cachorro não consegue controlar sua bexiga, e dependendo da severidade, pode ir desde apenas pequenos vazamentos de urina até grandes quantidades.

Apesar de poder atingir cães de todas as idades, tamanhos e raças, é mais comum de acontecer em fêmeas castradas e idosas e raças como Cocker Spaniels, Springer Spaniels, Doberman Pinschers e Bob Tail têm predisposição a incontinência.
Os sintomas mais reconhecíveis de incontinência urinária são o gotejamento de urina e a lambedura excessiva na área da vulva e do pênis.

Pode acontecer dos episódios diminuírem, assim como progredirem para infecções mais sérias na bexiga, rins e na área da pele que entra em contato com a urina.

Existem diversas causas que podem ser responsáveis pela incontinência urinária no seu cachorro, por isso é tão importante levá-lo ao veterinário ao notar mudanças no comportamento do seu pet e identificar que ele não está conseguindo controlar a urina.

O médico veterinário irá investigar a causa exata e determinar o tratamento a ser seguido. Testes que podem ser inclusos na consulta:

– Urinalise, para determinar se o cão está com alguma infecção na bexiga, nesse caso tratada com antibióticos;

– Radiografia;

– Ultrassom.

Nunca aja por si só ou tome decisões sem consultar o seu veterinário. Visto que há muitas causas que podem ser responsáveis pela incontinência urinária, diminuir a quantidade de água do seu cão ou brigar com ele, por uma condição de saúde que ele não pode controlar, além de não resolver nada, atinge negativamente seu cachorro.

O que causa incontinência urinária em cachorros?

– Desequilíbrio hormonal;

– Esfíncter da bexiga fraca;

– Infecção urinária;

– Cálculo renal;

– Lesão ou degeneração da coluna vertebral (freqüentemente visto em pastores alemães);

– Hérnia;

– Doenças na próstata;

– A presença de outras doenças que causam o consumo excessivo de água, tais como a diabetes, doenças renais, hiperadrenocorticismo;

– Anomalias congênitas;

– Distúrbios anatômicos;

– Certos medicamentos.

Tratamentos possíveis para Incontinência Urinária

Os tratamentos dependem da causa da Incontinência Urinária. Medicações podem geralmente e de maneira efetiva prevenir acidentes. Alguns focam em terapias hormonais e outros em fortalecer os músculos da bexiga para assim controlar o fluxo de urina. A cirurgia também pode ser uma opção nos casos de pedras nos rins e anomalia congênita.

O que fazer se o seu cão tem incontinência urinária

– Coloque tapetes, cobertores e colchões a prova d’água que poderão absorver a urina na cama do seu pet;

– Leve o seu cão em mais passeios, incluindo assim que ele acordar e pouco antes de dormir;

– Existem fraldas desenvolvidas especificamente para

– Mantenha-o sempre limpo para evitar infecções na pele

– Esteja sempre de olho nos sintomas do seu cachorro e entre em contato com o veterinário caso ocorra qualquer mudança.

Fonte: http://www.neonpetshop.com.br/