x
Publicado 02/02/2017 09:11:20

Hospital do Câncer de Friburgo só tem 11% das obras realizadas e serviços continuam parados

Placa anuncia obra que está paralisada

A promessa política era inaugurar o Hospital de Oncologia de Nova Friburgo no final de 2016. Ano novo, tudo na mesma: apenas 11,6% da obra estimada em R$ 51,5 milhões foi concluída até agora. E mais: a obra continua paralisada desde meados do ano passado e sem previsão de ser retomada.

Este é retrato fiel da unidade para atender pacientes com câncer na Região Serrana no imóvel desapropriado por mais de R$ 10 milhões no bairro da Ponte da Saudade e anunciado como o maior presente para os friburguenses após a tragédia climática de 2011.

O QUE ESTÁ NA PROMESSA

Ao ser anunciado, os governos federal e estadual prometiam que o Hospital Regional de Oncologia, em Nova Friburgo, teria capacidade para 200 leitos, sendo 30 de oncologia infantil.

Entre as modalidades integradas de prestação de assistência ao paciente estariam à disposição diagnóstico, cirurgia oncológica, oncologia clínica, radioterapia, medidas de suporte, reabilitação e cuidados paliativos.

A promessa ainda era realizar 288 consultas por dia no ambulatório e 3.960 procedimentos cirúrgicos por ano.

O projeto iniciado em uma construção pré-existente, no Centro de Qualidade de Vida do Hospital Silvestre (o antigo CAVS, na Ponte da Saudade), começou a receber obras em blocos reformados e um bloco novo de quatro pavimentos para o funcionamento do centro de imagem com finalização da obra prevista para 540 dias.

Nada cumprido!