x
Publicado 22/10/2017 19:06:43

Glauber discute e quase chega às vias de fato com delegado em Brasília

Glauber discute de forma áspera com o colega deputado

Um discussão áspera entre dois deputados federais interrompeu por cerca de cinco minutos uma audiência conjunta das comissões de Cultura e de Segurança Pública, na Câmara dos Deputados. Glauber Braga (PSOL-RJ) e Delegado Éder Mauro (PSD-PA) quase se agrediram fisicamente,e precisaram ser separados. Ao final da confusão, o presidente da Comissão de Segurança, Alberto Fraga (DEM-DF), ironizou a briga:

"Eu, no meu tempo, resolvia isso na bala. Agora tem que ficar falando", afirmou.

A discussão ocorreu durante uma audiência para ouvir o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, sobre exposições. Na briga, Éder Mauro afirmou que a “esquerda está destruindo a família”, enquanto Glauber Braga chamou o parlamentar de fascista. Eles tiveram que ser separados por outro deputados e seguranças da Casa.

"Não tenho um pingo de medo de ti. Nem de ti, nem de ninguém", desafiou o delegado Éder. "Você vai me bater?", retrucou Glauber.

Depois de diversos minutos de discussão, o presidente da comissão começou a perder a paciência e disse que os parlamentares deveriam decidir se iriam “sair na porrada” ou fazer outra coisa, causando risos na comissão.

"Ou vocês saem na porrada, ou então decidem logo o que vão fazer. Esse negócio já está virando piada. Esse negócio está virando já piada aqui. Vocês estão interrompendo a audiência", reclamou Alberto Fraga.

A discussão demorou mais alguns minutos, mas terminou quando Glauber saiu da comissão, sob uma salva de palmas irônicas de outros deputados. A audiência foi retomada em seguida.