x
Publicado 04/09/2016 20:01:38

Friburguense dita a moda da cultura negra no Rio de Janeiro

A jornalista e blogueira Carmen Lúcia Silva

Por: BRUNNA CONDINI / Fotos: ARTHUR SANTOS

Cariocas não gostam de dias nublados, adoram roupas leves e, de preferência, que caibam no bolso. Se o programa incluir passeios turísticos pela cidade maravilhosa gratuitos, melhor ainda. Isso é papo para uma friburguense que vem ajudando a ditar a moda dos cariocas.

A jornalista e blogueira Carmen Lúcia Silva nasceu em Nova Friburgo, mas há oito anos trocou a serra pelo Rio. “Me identifico com a cidade. A combinação que mais gosto de vestir reflete minha carioquice: shortinho, camiseta e tênis”, revela Carmen.

Ela é criadora do blog ‘Vem, Divante!’, que fala de moda, beleza, atitude e comportamento. Tudo voltado para a cultura negra. “Falo de estética e de temas onde eu me reconheço. Ouço histórias de gente que, com sua coragem, venceu desafios e tornou o mundo um lugar mais belo e plural”, destaca.

No blog , Carmen defende o espaço para as ‘divas e os divos’ do dia a dia: “Aquelas pessoas que não são celebridades, mas que também fazem bonito na passarela da vida”. Exatamente como ela, que arrasou nos cenários escolhidos para este ensaio. “Sou apaixonada pelo Rio e adoro passear pela cidade”, conta a jornalista.

Nesse ambiente democrático e rico em diversidade, ela posou com looks lindos, leves e de até pouco mais de R$ 100. São produções que valorizam o conforto, a beleza, e levam em consideração o clima carioca. “Também são roupas estilosas. Adoro o short jeans, que é a peça coringa de qualquer guarda-roupa feminino. Também curto a calça saruel, que é fresquinha e se adapta bem ao corpo”, ensina.

As produções foram registradas em pontos turísticos do Centro do Rio, como os Arcos da Lapa e a Escadaria Selarón. Cenários perfeitos para passeios divertidos e gratuitos. “Curto muito a Lapa e os arredores. Tem cerveja gelada e barata, pontos turísticos incríveis, música e clima agradável”, indica.

Já as inspirações dos acessórios escolhidos refletem valores culturais nos materiais e nas cores, e também são sustentáveis. “Meus brincos, colares, anéis e braceletes são desenvolvidos a partir de materias recicláveis. A base dos brincos é feita de papel e forrada com tecidos africanos, finalizados com metais para dar elegância”, descreve Aline Neumann, designer da marca Afrotik.

Carmen acredita que as produções foram valorizadas pelos cenários e refletiram sua personalidade. Ela elege os acessórios ‘queridinhos’ neste ensaio. “Amei os brincos. Gosto de usá-los bem grandes. Os turbantes, além de caírem bem, são peças que têm peso histórico e me empoderam como mulher negra”, garante.

 

Fotos: Arthur Santos

Galeria de fotos