x
Publicado 09/10/2017 11:48:29

Feriadões com pé na estrada e sem pesar muito no bolso

Em Paraty, vale aproveitar o centro histórico preservado e fazer passeios de barco

É possível aproveitar os três próximos feriados prolongados viajando pelas diversas cidades do Estado do Rio e sem comprometer o orçamento doméstico

Melhor impossível. Outubro e novembro vão ter nada menos que três feriadões, além do 15 de Novembro que será em uma quarta-feira, e, portanto, difícil de emendar. O primeiro começa nesta quinta, entre 12 e 15, em celebração à padroeira Nossa Senhora Aparecida. Em seguida, de 2 a 5 (Finados) e de 18 a 20 de novembro (Consciência Negra). Ótima oportunidade para pegar a estrada e, em tempos de crise, o ideal é viajar sem gastar muito para não comprometer o orçamento.

Destinos com preços em conta, aliás, não faltam e podem ser encontrados em todas as regiões do estado. Basta pesquisar. É fundamental se organizar e fazer um planejamento prévio para evitar gastos que poderão pesar no bolso. Uma dica é pesquisar na Internet. Afinal, há vários sites de buscas que oferecem relação bem abrangente de hotéis e pousadas, com respectivos preços, além de fornecer dicas de restaurantes e pontos turísticos a visitar.

RESERVAS
Em todos os casos, independente da região, convém fazer as reservas dos hotéis e pousadas com antecedência. A medida serve para evitar surpresas em cima da hora, uma vez que a rede hoteleira de muitas cidades pode lotar rapidamente nos feriadões. Paraty e Búzios são dois destinos muito procurados e que precisam ser reservados bem antes dos feriados, pois logo ficam lotadas.

Variedade: praias, cachoeiras, história e cachaça
A Região dos Lagos é um dos destinos mais procurados do Estado do Rio. E três cidades atraem as atenções — Arraial do Cabo, Cabo Frio e Búzios. Em Arraial — hospedagem a partir de R$ 114 —, a Praia dos Anjos é bastante badalada. É lá que ficam os principais bares e restaurantes, com preços para todos os bolsos.

É de lá também que saem os vários passeios de barco, que são uma boa pedida para conhecer as belas praias da cidade. Mas é preciso pesquisar. Em média, custam R$ 70 por pessoa e percorrem praias como a do Farol, do Pontal do Atalaia, do Forno e a Gruta Azul, entre outras.
Outro destino é Cabo Frio — diárias a partir de R$ 122. Na cidade, vale a visita ao Museu do Surf (entrada gratuita) e, é claro, às belas praias — do Forte, do Foguete e do Peró. E não deixe de passear pelo tradicional bairro da Passagem, primeiro ponto de colonização da cidade.
Ainda na Região dos Lagos, a badalada Búzios — diárias a partir de R$ 114. Vale visitar as praias de João Fernandes, Azeda e Azedinha, Geribá e a tranquila dos Ossos. Há ainda a Rua das Pedras, com comércio farto e diversos bares e restaurantes. E não deixe de curtir o belo pôr do sol na Orla Bardot. Afinal, é de graça.

Já na Costa Verde, Angra dos Reis — hospedagem a iniciais R$ 114. No Centro, vários prédios históricos. Mas a principal atração da cidade são as diversas ilhas — são 365 —, muitas delas paradisíacas, com passeios de barco a partir de R$ 70. Vale também ficar na Ilha Grande — diárias a partir de R$ 143 — e conhecer praias como Lopes Mendes e Cachadaço, entre outras.

Ainda na Costa Verde, Paraty — diárias a partir de R$ 135 —, com Centro Histórico com prédios seculares e cachoeiras e praias. Também vale fazer passeios de barco — a R$ 60, em média —, e conhecer as praias Vermelha e da Lula, além das ilhas Comprida e Algodão. Outra opção são as excursões aos alambiques — em média, a R$ 60, com direito a banhos em cachoeiras.

Refeições e piqueniques
> Para quem deseja gastar pouco com refeições durante a viagem nos feriadões, uma dica simples é optar por restaurantes de comida a quilo. Afinal, saem mais em conta do que almoçar ou jantar ‘à la carte’. Outra dica é dar preferência àqueles locais mais baratinhos, com pratos fartos e, claro, de qualidade. Convém se informar antes de viajar ou converse com moradores locais para saber quais são as melhores opções.
Nas cidades com praia, levar comidas e bebidas para curtir os momentos de lazer à beira do mar ajuda muito a economizar. Nada de se envergonhar ao levar um pequeno farnel composto de frutas, sanduíches, água e sucos ou refrigerantes.

Bolsas térmicas mantêm os alimentos e bebidas na temperatura adequada e prontos para o consumo. Se for o caso, dá até mesmo para levar aquela cervejinha. “Mas leve um saco de lixo e jogue-o fora quando for embora, pois é muito importante manter a praia limpa. Cuidado apenas com alimentos perecíveis. Se o seu passeio for sob sol ou em locais muito quentes, leve barras de cereal, biscoitos. Evite queijo, frios, etc”,

ONDE PESQUISAR
www.kayak.com.br
www.hoteis.com
www.expedia.com.br
www.hotelurbano.com
www.rumbo.com.br
www.decolar.com
www.booking.com
www.tripadvisor.com.br
www.trivago.com.br