x
Publicado 02/09/2016 12:09:05

Como você pode ajudar na alfabetização do seu filho

Tudo que é aprendido pelos filhos é um agrande conquista para os pais, que são agentes muitos importantes para todas as fases de aprendizado das crianças. Depois das primeiras palavras e dos primeiros passos, começar a ler e escrever é uma das conquistas mais aguardadas. Inclusive, o processo de alfabetização pode ser estimulado em casa.

Com algumas atividades simples do dia a dia, é possível ajudar a treinar e memorizar o que está sendo aprendido na escola. Ainda assim, é preciso ter alguns cuidado, especialmente para não acelerar demais o processo.

Atividades que estimulam a alfabetização

Para ajudar no desenvolvimento da criança sem atrapalhar a alfabetização da escola, os pais devem optar por atividades que fomentem nos pequenos o prazer em ter contato com a escrita e a leitura. Ajudar a fazer as lições de casa e tornar o momento divertido e integrativo é uma das principais formas.

Ler histórias e cultivar a leitura ajuda a tornar o hábito agradável e prazeroso, aumentando as chances de ser levado para a vida adulta. Permitir que a criança escreva, mesmo que ainda não saiba fazê-lo corretamente, também é indicado. Deixe papel, canetas e lápis sempre disponíveis para ela rabiscar.

Quando o seu filho mostrar algo dizendo que escreveu, é interessante perguntar o que está escrito e anotar logo ao lado a grafia correta. Isso ajuda no processo de associação das palavras.

Além disso, crie um ambiente propício para o momento de alfabetização, deixando ao alcance do pequeno livros e outros materiais com texto, como jornais, gibis e revistas. Busque aqueles com temas que ele goste.

Quando a criança já estiver mais adiantada e começando a formar as frases mais facilmente, alguns jogos também podem ajudar. Caça-palavras, jogo da forca e até mesmo aqueles tradicionais de tabuleiro que brincam com a formação de palavras podem fazer toda a diferença.

Cuidados para não atrapalhar o desenvolvimento

É preciso ter alguns cuidados para que as atividades não estejam em desacordo com o método ou o ritmo do que está sendo aprendido na escola. Se isso acontecer, pode acabar confundindo o seu filho e atrapalhando no processo de aprendizagem.

Evitar a estimulação muito cedo é importante, pois pode causar desmotivação quando a criança começar na escola, sendo que já terá visto o que está sendo ensinado. Também é possível que o novo método pareça difícil de acompanhar.

Além disso, não force as atividades como se fossem uma obrigação, pois isso também pode resultar em desmotivação. O ideal que tudo que a criança aprende em casa esteja alinhado com o ritmo da escola, como se fosse um espaço para fixar o aprendizado. Converse com o professor e tente entender que habilidades podem ser aprimoradas.