x
Publicado 08/12/2016 09:10:37

Como os daltônicos enxergam as cores?

Você pode até não saber ao certo do que se trata, mas, com certeza, já ouviu falar em daltonismo. Para quem não entende muito bem esse termo, daltônicos são portadores de uma condição rara, chamada pelos médicos como discromatopsia ou daltonismo mesmo.

Os daltônicos nascem daltônicos, já que essa condição faz com que os pigmentos que existem na retina humana, responsáveis por nos fazer ver as cores que existem ao nosso redor, sejam praticamente ausentes ou muito reduzidos. O resultado é que os daltônicos têm uma percepção muito particular das cores, principalmente com relação ao verde, ao vermelho e ao azul.

O mais interessante de tudo sobre os daltônicos é que se trata de uma alteração genética relacionada ao cromossomo X; e não tem cura. Além disso, é extremamente raro uma mulher ser daltônica, embora seja ela que “transmita” aos filhos (meninos, na maioria das vezes) o daltonismo, caso ela seja portadora do gene.

E as cores?
Mas, e com relação às cores, como eles as enxergam? Essa, com certeza, é uma das curiosidades que todo mundo tem sobre a condição. E, antes de mostrar como elas são realmente são vistas pelos daltônicos, é precisa saber que depende muito do tipo de daltonismo de cada um, como você confere abaixo:

Protanopia
Daltônicos desse tipo têm uma redução ou completa ausência do pigmento vermelho e, por isso, quando vêem a cor, enxergam tons de marrom, verde e cinza, dependendo do objeto. Nesses casos, eles também costumam ver o verde bem parecido com o vermelho. Esse é o tipo de daltonismo mais comum.

Deuteranopia
Já, esses tipos de daltônicos não conseguem ver a cor verde. O resultado final é bem semelhante ao descrito a cima, só que os tons são bem mais marrons.

TritanopiaEsse é um tipo mais raro de daltonismo e que interfere na forma como as cores azul e amarelo são vistas. E, embora a pessoa não perca, totalmente, a capacidade de enxergar o azul, a cor toma tonalidades diferentes. O amarelo, por outro lado, fica rosa e o laranja não existe.

Confira, abaixo, como os daltônicos enxergam as cores:

Galeria de fotos