x
Publicado 12/12/2016 10:53:05

Como deve ser o guarda-roupa do bebê? Veja o número exato de peças básicas

Montar o guarda-roupas de um recém nascido gera sempre muitas dúvidas por conta do curto período em que o bebê será pequenininho de verdade, se ele vai sentir frio ou calor nos dias logo após ao nascimento em que está mais frágil, e como agasalhá-lo da maneira mais adequada, segura e confortável. Por isso, muitas mamães de primeira viagem acabam errando feio na hora das compras e exagerando na quantidade de peças para o tão esperado filhote.

O que deve ter o guarda-roupa do recém nascido?
Para início de conversa, evite comprar muitas peças de vestuário de tamanho “RN” (recém-nascido), pois são as que primeiro deixam de servir. Tem muito presente que o bebê nem consegue usar de tão efêmero que é o tamanho da roupinha logo para os primeiros dias do bebê.

Uma boa dica na hora de entender que tamanho de roupa mais ou menos o seu recém-nascido irá vestir é ter em mente o peso do bebê durante o pré-natal. Nesse período, logo após o nascimento da criança, os tamanhos de roupas e fraldas variam entre RN - para recém-nascidos de até 3,5 kg, P - até 5 kg, e acima desse peso, passa-se a usar M.

Peças básicas
• 6 camisetas (3 P/3 M)
• 3 conjuntos de pagão de malha
• 4 macacões curtos
• 6 macacões compridos com pé reversível (2 RN/4 P) – além de durarem mais, a mãe pode cobrir ou não os pés
• 12 meias RN
• touca
• sapatinhos ou pantufas
• 6 culotes (3 RN/3 P)
• 6 bodies (3 RN/2 P)
• 2 conjuntos de berço
• 2 mantas
• 1 cobertor
• 6 toalhas de fralda
• 3 toalhas de capuz
• 12 toalhinhas de boca e babador
• 2 caixas de fraldas brancas de tecido (por precaução)

www.bolsademulher.com.br