x
Publicado 01/11/2017 09:59:39

Cinema, DVD e televisão de luxo são vetados no presídio onde Sérgio Cabral cumpre pena

Sérgio Cabral está condenado a quase 70 anos de cadeia

A secretaria de Administração Penitenciária suspendeu a instalação de uma videoteca na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, após o Ministério Público abrir duas investigações sobre a doação dos equipamentos. O anúncio da abertura dos inquéritos, após o MP tomar conhecimento da instalação de uma sala de cinema, com equipamentos doados por uma igreja evangélica, que, no entanto, negava.

Um dos inquéritos da 24ª Promotoria do MP é sobre a compra de uma televisão de 65 polegadas, ao custou R$ 7,5 mil. Segundo a Seap, a igreja entregou uma nota fiscal no nome de Eliana Nogueira do Carmo, 38 anos, moradora de Copacabana. Procurada, por telefone, Eliana disse “que não comprou a televisão” e que “não sabia do uso do seu nome para a compra”.

STF - O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a transferência do ex-governador Sérgio Cabral para presídio em Campos Grande (MS). A decisão de mandar Cabral para a penitenciária federal foi tomada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal, do Rio, após pedido do Ministério Público Federal. Ou seja, o ex-governador continuará no presídio do Rio, mas sem cinema, tv de luxo e outros equipamentos similares.