x
Publicado 02/12/2015 18:10:10

Cerca de 700 alunos da UERJ de Friburgo param aulas em protesto

As salas de aulas vazias em protesto dos universitários

Os alunos do campus da UERJ de Nova Friburgo decidiram nesta quarta-feira, 2, aderir ao movimento de paralisação deflagrado em outras unidades da instituição no estado do Rio.

O campus de Nova Friburgo (IPRJ) funciona no prédio da antiga Fábrica de Filó, na Vila Amélia, e tem aproximadamente 700 universitários. Os alunos iniciaram na tarde desta quarta-feira a ocupação do imóvel, de forma pacífica.

O protesto dos universitários friburguenses é em solidariedade aos colegas cotistas, funcionários terceirizados, professores, entre outros que não receberam o que é devido pelo governo estadual.
Na semana passada, por iniciativa da própria reitoria da UERJ, as aulas já haviam sido suspensas pelo período de sete dias por questões de insalubridade nas unidades.

Uma nota assinada pelo reitor da UERJ/Rio, o friburguense Ricardo Vieiralves, disse que “a manifestação pacífica dos estudantes é legítima e motivada”.

Os universitários destacam que a paralisação só será encerrada quando a situação dos colegas cotistas, professores e terceirizados for regularizada.