x
Publicado 01/02/2016 11:05:22

Carnaval: dicas de segurança para o seu pet

Fique atento às fantasias muito grossas, que podem causar calor excessivo aos animais. Hidratação e descanso também são fundamentais para os foliões caninos

O Carnaval é um dos feriados mais aguardados, e se você e seu cachorro não querem ficar de fora da folia, melhor tomar alguns cuidados com a segurança do bichinho. E, lembre-se, antes de fantasiá-lo, certifique-se que ele esteja à vontade com a roupinha. Bom divertimento!

Visibilidade
Aplique fitas refletoras na fantasia do bichinho, assim, ele poderá ser visto durante a noite por motoristas e ciclistas. O produto pode ser facilmente encontrado em lojas de equipamentos esportivos e garante a visibilidade de seu pet no escuro.

Tecidos
Ao comprar uma roupinha, certifique-se que seu tecido não é inflamável e que seja à prova de fogo. Outro ponto importante é ter cuidado com peças que se soltam com facilidade, como botões e laços. Eles podem ser engolidos pelos pets.

Conforto
Tenha certeza que a fantasia não está muito apertada no animal. O dono deve conseguir colocar três dedos entre a roupinha e o corpo do pet, especialmente no pescoço, para garantir seu conforto. Durante o passeio é bom certificar-se com frequência se o cachorro não está com calor ou incomodado. Outro ponto a observar é o seu tecido, que não deve ser grosso. Como os cães não suam como os humanos, uma roupa muito pesada dificultará ainda mais sua transpiração.

Praticidade
Não deixe para estrear a fantasia do pet no Carnaval. Procure vestir o animal com a roupinha outras vezes para que ele se acostume. Lembrando que caso ele não goste, é preciso respeitá-lo e não insistir.

Transporte
Sair com o pet em um local repleto de pessoas estranhas e outros animais pode ser uma experiência excitante ou mesmo amedrontadora para o seu bichinho. Sendo assim é importante o uso de guia e coleira para evitar que os cachorros se estranhem ou briguem. A guia e coleira também evitam que os cães se percam do dono.

Hidratação
Evite sair com os animais entre às 10h e às 16h, período em que o sol está mais quente. Não esqueça de passar protetor solar na ponta das orelhas, focinho e barriga do pet, principalmente os de pelagem branca. Levar também uma garrafinha de água e um recipiente para oferecer com frequência o líquido

http://www.neonpetshop.com.br/