x
Publicado 26/07/2016 08:22:44

Após vitória, Edson Barboza descarta luta pelo cinturão do UFC por "gratidão"

O friburguense Edson Barboza em grande fase

Edson Barboza costumava bater na trave quando se deparava com um grande desafio no UFC. Entretanto, desde que bateu Anthony Pettis, ex-campeão do Ultimate, a história começou a mudar. No sábado, 24, ele venceu Gilbert Melendez - um dos principais integrantes da divisão - e consolidou a boa fase.

Em entrevista ao site Combate.com depois do duelo, Edson Barboza cravou que atravessa a melhor fase da sua vida profissional e destaca sua evolução nos treinamentos.

"É o melhor momento da minha carreira porque eu tenho melhorado, tenho visto isso no treino. Tenho melhorado a cada dia, sem dúvida nenhuma é meu melhor momento. O Eddie Alvarez ganhou do (Anthony) Pettis, do Melendez e foi para o cinturão. Eu também passei pelos dois, então acredito que estou perto. Na mesma trilha do Eddie, estou chegando - declarou, citando o companheiro de equipe, dono do cinturão do peso-leve atualmente".

Por falar em Alvarez, Edson Barboza prefere não pensar em um confronto contra o amigo. Inclusive, revela que ambos recusaram-se a se enfrentar no ano passado.

"Não parei ainda para pensar nisso. Essa luta já era para ter acontecido, mas ele falou não, e eu também. No ano passado me ofereceram essa luta, nós falamos não. Esse cara me ajudou demais nessas duas lutas. Ele lutou com Pettis e Melendez, falou “ele é bom aqui, não é bom ali, faz isso, faz aquilo”. Eu dei meu melhor para ajudá-lo, para ele ganhar o cinturão. Particularmente, não quero que essa luta aconteça. Mas eu vou continuar lutando, tem uns caras na minha frente que provavelmente devem ter chance antes de mim pelo cinturão. Vou continuar lutando para chegar lá perto. De repente se ele estiver com o cinturão vou ficar como número 1. Se alguém quiser lutar contra o Eddie, vai ter que passar por mim primeiro (risos)".