x
Publicado 23/03/2017 14:46:45

Animais de estimação já podem ter documento de identidade

Prince, o gato foi registrado

Registro de declaração de guarda de animais domésticos contém todas as informações sobre os peludos, inclusive foto, além de todos os dados do tutor.

Os pets já podem ter documento de identidade! É a Identipet, um registro de declaração de guarda de animais domésticos com todas as informações sobre os peludos, inclusive foto, além de todos os dados do tutor. O registro pode ser feito em cartórios de títulos do Brasil, que lançaram campanha para a emissão da identidade animal. O documento custa R$ R$ 235,49.

O documento, além de comprovar a identidade do pet e a de seu protetor, pode ajudar nas buscas a animais perdidos, facilitar o transporte em viagens e, ainda, ajudar em disputas pela guarda do pet. A Justiça já tem processos correndo sobre o assunto. Segundo últimos dados coletado pelo IBGE em 2013, são 52 milhões de cães e 22 milhões de gatos que vivem em lares brasileiros. De acordo com a pesquisa, os lares brasileiros têm mais animais que crianças.

Essa prática trará muitos benefícios, auxiliando pessoas que querem proteger seus pets em caso de se perderem ou em demais situações que precise comprovar quem é o seu protetor.

O projeto é mais que um instrumento para proteger o animal. Vai mais além, pois é uma questão de saúde pública na qual essa medida pode reduzir o elevado número de animais perdidos que chegam a adoecer ou sofrer maus tratos.

O documento está disponível também no site www.6rtdrj.com.br, é só baixar. Ele pode ser preenchido pelo tutor do animal e levado ao cartório para registro. Além de preservar o pet, a Identipet é uma política voltada para defesa dos animais com dados públicos. Para aqueles que gostam ou que lutam pelos direitos dos animais, representa um passo importante para o acolhimento e para a proteção.

http://blogs.odia.ig.com.br