x
Publicado 30/03/2017 20:43:52

Amizade colorida? A ciência afirma que essa é uma péssima ideia

Cena do filme “Amizade Colorida”, com Mila Kunis e Justin Timberlake

Nos dias de hoje, não é necessário estar comprometido em um relacionamento sério para ter intimidade com outra pessoa. Muitos buscam relações casuais com amigos, que já se conhecem e tentam não envolver sentimentos ou exigências nos encontros. Embora pareça um sonho, isso nem sempre dá certo.

A figura dos ‘amigos coloridos’ é cada vez mais comum na vida das pessoas, mas a ciência comprovou que essa não é uma boa ideia. Além de perder tempo com algo que pouco agrega em longo prazo, o relacionamento pode acabar mal, arruinando a amizade.

Um estudo da Universidade DePaul, em Chicago, fez um teste com alunos de uma faculdade local, e comprovou que nas amizades coloridas as pessoas tendem a fugir de conversas sobre o relacionamento. Para guardar qualquer resquício de sentimento, ou não tornar a relação complicada, as famosas DRs são evitadas a qualquer custo. Apesar de eficiente na hora, isso pode gerar uma série de problemas, caso uma das partes acabe se apaixonando.

A facilidade que esse tipo de relação proporciona já foi retratada em vários filmes. Os mais recentes são “Amizade Colorida”, com Mila Kunis e Justin Timberlake, e “Sexo sem Compromisso”, com Ashton Kutcher e Natalie Portman. O enredo dos amigos frustrados no amor, que passam a praticar sexo casual e acabam se apaixonando é muito comum nas comédias românticas, mas a vida real não promete sempre um final feliz.

Outro estudo, da doutora em psicologia Duana C. Welch, buscou entender o motivo do fracasso das amizades coloridas. E a explicação é simples: o sexo é uma necessidade humana, não só pelo prazer, mas pela conexão emocional que ele proporciona. Em um relacionamento casual, é frequente que alguém acabe buscando essa conexão, se entregando muito mais que a outra pessoa. E isso só gera decepções.

Poucas vezes as amizades coloridas terminam bem. A parte da amizade se perde, é difícil voltar ao que existia antes e alguém sempre sai envolvido – e frustrado. Deve-se pensar duas vezes antes de se entregar a um relacionamento do tipo.

http://www.vix.com