x
Publicado 03/03/2017 12:44:13

Abelhas são capazes de resolver tarefas e usar ferramentas

Segundo novo estudo, os insetos podem ser treinados para, por exemplo, empurrar bolinhas amarelas

Abelhas podem aprender novos comportamentos apenas observando outros animais da mesma espécie. Pesquisadores da Universidade Queen Mary de Londres (Inglaterra) demonstraram que o inseto pode desenvolver técnicas avançadas para realizar tarefas, se houver pressão ambiental, como a falta de alimentos e a necessidade de fuga.

Os cientistas, utilizando um modelo de plástico, ensinaram às abelhas como mover uma bolinha amarela de um canto para o centro de uma plataforma. No final, os animais recebiam uma solução de água com açúcar como recompensa. Como resultado, os pesquisadores observaram que as abelhas aprenderam a mover a bola e se tornaram mais eficientes ao longo do tempo.

Em outro experimento, ao invés de assistir a um modelo de plástico, as abelhas aprenderam a movimentar a bolinha amarela observando outras abelhas treinadas para levar o objeto até o alvo. Elas deveriam fazer o mesmo. Neste cenário, os pesquisadores descobriram que as abelhas que observaram a técnica de animais previamente treinados foram mais eficientes e aprenderam mais rápido do que aquelas que observaram o modelo de plástico. Além disso, que esses insetos, além de replicarem tarefas, conseguem utilizar ferramentas simples, como as bolinhas amarelas.

Um dos pesquisadores responsáveis pelo estudo, afirmou que, durante a experimentação, as abelhas não somente aprenderam, mas melhoram a técnica dos animais treinados: “As abelhas tinham visto, no movimento demonstrador, os insetos moverem a bola mais difícil, mas elas moveram a bola mais fácil. Isso significa que as abelhas não simplesmente copiaram a demonstração, mas melhoraram a técnica ou a estratégia observada”, explica. “O fato de ter resolvido o problema de maneira diferente mostra uma impressionante flexibilidade cognitiva da espécie”. Confira no vídeo abaixo.

Ainda de acordo com o pesquisador, o estudo sugere que espécies cujo estilo de vida exige habilidades avançadas de aprendizado (como é o caso das abelhas) podem aprender comportamentos inteiramente novos, se houver pressão ecológica. “A capacidade cognitiva para resolver tarefas complexas provavelmente ajudarão a sobreviver em ambientes em constante mudanças. Por exemplo, as abelhas podem aprender novas técnicas de fuga apenas observando outras”, disse o estudioso.

http://veja.abril.com.br/